Supremacistas brancos são presos prestes a atacar parada LGBTQIA+ nos EUA

Redação Lado A 14 de Junho, 2022 10h56m

Alojados em um caminhão, 31 supremacistas brancos foram encontrados próximos a uma parada LGBT+ nos EUA. O evento acontecia no último sábado, 11, na cidade de Coeur d’Alene. Os homens foram detidos pela polícia portando escudos e bombas de gás lacrimogêneo.

O grupo é o Patriot Front, criado em 2017. Trata-se de um grupo de neofascistas e nacionalistas brancos que se organizam para causar tumultos em manifestações de minorias como a parada LGBT+ de Idaho. O grupo mantém uma estética americana, utilizando imagens da cultura americana, patriotismo e outros valores americanos tradicionais amplamente aceitos para promover sua ideologia. De acordo com a Liga Anti-Difamação do EUA, o grupo gerou mais de 82% da propaganda racista, antissemita e outras propagandas odiosas rastreadas pela Liga nos Estados Unidos em 2021, compreendendo 3.992 incidentes distribuídos em todos os estados. 

A polícia localizou o grupo após receber uma denúncia anônima. Segundo o denunciante, o caminhão era “abastecido” por vários h

omens com os instrumentos para causar tumulto. A polícia apreendeu o caminhão assim que o identificou em atitude suspeita perto da Parada LGBT+ da cidade. Para Lee White, chefe da polícia local, era nítido a intenção do grupo em atacar o evento.

Veja o vídeo da prisão

 

 

Redação Lado A

SOBRE O AUTOR

Redação Lado A

A Revista Lado A é a mais antiga revista impressa voltada ao público LGBT do Brasil, foi fundada em Curitiba, em 2005, pelo jornalista Allan Johan e venceu diversos prêmios. Curta nossa página no Facebook: http://www.fb.com/revistaladoa


COMENTÁRIOS