Papo bem sério

Tratando de um papo bem sério agora. Há alguns dias, um amigo chegou até mim horrorizado com o acontecimento vergonhoso envolvendo um de seus amigos. Há poucas semanas, após sair de uma das baladas GLS mais freqüentadas de Curitiba, aquele rapaz havia praticamente sido espancado. E ainda contou que outro de seus conhecidos também foi assaltado e agredido por alguns rapazes, no momento em que voltava para casa, depois de curtir uma balada.

Será perseguição aos gays? Porque, depois daquela ação dos neonazistas na cidade, que mais tarde foram presos e libertos, não seria difícil de acreditar. No entanto, o que incomoda a muitos é a falta de segurança que leva o medo aos gays e os impede de se divertirem tranquilamente. Será que até o direito ao lazer querem nos tirar? Isso é terrorismo. Onde está o policiamento? Pagamos impostos altíssimos, não queremos desculpas, queremos resultados efetivos. E não falo isso como gay e sim como gay e cidadão que sou. Também, não é suficiente reclamar e não exigir, eu disse exigir, que as autoridades tomem providencias. Afinal, trabalham para nós e são pagos com nosso dinheiro.

Estamos em época de eleições e seria de bom tom que todos tivessem discernimento na hora de votar. Não adianta, apenas, reclamar que político é corrupto. O voto consciente é um grande avanço para a sociedade e uma verdadeira arma que temos em nossas mãos. Não estou vivendo uma utopia. Mas, como o povo está extremamente desacreditado, pensa que isso é ilusão. E realmente será, se a mentalidade do eleitor não deixar de ser acomodada. Falando nisso, se um representante da classe homo-afetiva se candidatasse a algum cargo, hoje, teria chance de ser eleito? Bom, não seria má idéia.

Mudando o rumo da conversa, porque acredito estar pesado demais para essa coluna... O cantor excêntrico, Supla, acaba de lançar seu mais novo álbum que traz uma faixa direcionada ao público gay. Segundo o próprio cantor, a canção é uma homenagem ao segmento. A letra é repleta de palavras que o rapaz aprendeu em seu cabeleireiro e que são muito conhecidas no meio homo. A música foi executada na Parada Gay de São Paulo desse ano, e ao que parece, foi bem recebida pela galera.

Arrivederci ragazzi

Para comentários, sugestões ou críticas: fernandoctba@hotmail.com




Conteúdo relacionado