Como aproveitar uma balada em 10 tópicos

Regras básicas
Regra número um: se não tem dinheiro, fique em casa. Ou gaste dos cartões - se atente ao limite. Nada de pedir emprestado na balada ou ficar se jogando na bebida alheia. Assista a um filme na TV e junte grana para o próximo fim de semana, ou chame os amigos e faça um petit comité. Regra dois: se você está de mau humor, estressado, evite ir para lugares muito cheios ou sair de casa, coma um chocolate para dar uma melhorada. Três: passou mal, bateu uma deprê; se não passar, vá pra casa ou para o carro, não precisa estragar a noite dos amigos. Última e principal: não faça nada que pode se arrepender (use sempre caminha e outras dicas intrínsecas).

Paquera
Cuidado para não encarar demais uma pessoa e acharem que você é um psicopata. Também não chegue com tudo, do nada. Descubra antes sobre a pessoa para não ter surpresas. E não dê em cima de todos. E nem dê show em público por mais tesão que você tenha. E saiba dar e levar um não. É uma arte, mas com o tempo vai aprimorando. Confie na sua sensibilidade, quando você acha que vai dar m... acredite... dará m...

Cigarro
Se fumar, mantenha o cigarro na circunferência do seu espaço corporal, nunca para trás. Levante a ponta em 90 graus para não queimar quem passa. Se estiver muito lotada a pista, vá fumar lá fora ou em um lugar mais confortável.

Bebidas e drogas
O que tiver que fazer, faça em casa. Se for o caso, seja discreto. Apesar de muita gente achar que as pessoas são obrigadas a ver essas coisas, discrição nunca é demais. E, para lembrar, o que não é legalizado, é proibido, então dê menos pinta. E não abuse do álcool ou outras cositas. Além de queimar a sua cara, pode estragar a noite dos outros, principalmente dos amigos que gostam de você. E, claro, nunca aceite nada de estranhos (sua mãe te ensinou isso quando você tinha 3 anos).

Fila
Paciência tem limite e você sabe a sua. Se for demorar muito, dê uma volta, vá em outro lugar e se for o caso, volte depois. Mas nada de ficar reclamando na fila, pois as outras pessoas do sabem bem o que você está falando – vai parecer louco, pois ninguém gosta de esperar. Furar fila é o fim, denuncie discretamente! Se você for convidado a entrar na frente pela hostess, daí aproveite, mas não precisa fazer a maldita e passar com sorriso vitorioso.

Educação
Ninguém é obrigado a ser simpático mas tente ser cordial com todos. Amanhã você pode precisar de uma destas pessoas, dentro ou fora do mundinho. Ou pode mesmo estar discriminando ou esnobando uma amizade bem legal. E lembre: não vá pelos julgamentos dos outros, tente ter sua própria opinião e guarde para você, nada de ficar na balada falando de quem passa ou virando a cara porque fulano faz o mesmo. Tenha personalidade. E não passe por todos a mil por hora, em uma pista lotada. Peça licença. Duas palavras básicas para uso diário: Licença e Obrigado. Está faltando muito...

Violência
Não vá ou volte em grupo muito pequeno, ou sozinho, e a pé pelas ruas. Com sempre tem poucas vagas próximo à boate, você pode evitar contratempos como esses. Esquematize uma carona ou deixe um dinheiro para o táxi, por mais que você more perto da balada ou tenha carro. Nunca deixe o carro longe de onde vai. Locais 24h são manjados pelos skinheads, não ande nas ruas próximas a eles. Tenha sempre um tênis e roupas boas para correr se for o caso de precisar e nunca saia da boate alterado por bebidas, isso chama ladrão e agressores. Grite muito se for agredido e proteja o rosto e órgãos internos, se for ao chão. Se for um assalto no sinal, não reaja. Faça sempre o B.O. depois pois as estatísticas que definem os investimentos em segurança pública dependem desse registro.

Ciúmes
Está com o namorado ou encontrou o ex e não sabe se portar em público, só tem uma solução: terapia. Gente violenta ou insegura está cheio nas boates, por isso, cuidado com quem você fala. Às vezes, os próprios conhecidos mudam quando o namorado está por perto. E com gente ignorante não tem discussão: peça desculpa e fique bem longe. Se alguém está passando a sua linha territorial, beije o seu namorado. Se passaram a mão, opa, saia de perto e dê um aviso ao segurança de que você vai engrossar se a mesma pessoa voltar a abusar. Se o segurança não fizer nada, problema é dele depois...

Barracos e estresse
Tente evitar ao máximo o mico ou a tragédia. O melhor é não passar de uma ou duas frases trocadas. Jamais partir para a agressão de fato é importante para não criar aquela rivalidade eterna. Saiba: você nunca sabe o estado mental da outra pessoa, por isso, não provoque. Por mais louco que você acha que você está, tem gente que não tem nada a perder. E o principal: atenha-se ao que está motivando o bafo. Se o motivo for pouca coisa, relaxa e goza, como diria a ministra.

Exija e pague por qualidade
Antes de entrar em um local que cobra alto pela entrada, tente descobrir se vale a pena, se você estiver com pouca grana ou for “econômico”. Se entrou e não gostou, não hesite em mudar de local, ou relaxa e goza, again. Se teve algum problema lá dentro, avise ao gerente. Perguntar se aceita cartões é importante para não gastar além do orçamento da noite. Não precisa ficar tentando mudar o mundo na hora, valorize-se e prestigie o que há de bom da próxima vez. A propaganda boca a boca ainda é a melhor, para o bem e para o mal. Mas sempre dê uma segunda chance e cuidado para não ser exigente demais, preço e qualidade sempre andam juntos. 

Categoria: 




Comentários

Olhaaaaaaaaaaa... serviço de utilidade publica!!! Isso aki deveria ter mais destake e/ou aparecer na revista impressa. Tem MUUUUUUUUITA gente q eskece como se portar ou, no minimo, como tratar os outros em uma balada. Infelizmente, acho q jah vi tudo isso q foi mencionado e uma coisa achei bem importante e as pessoas nem fazem ideia de q isso existe: "você nunca sabe o estado mental da outra pessoa, por isso, não provoque". Parabens, muito bom!!

Olhaaaaaaaaaaa... serviço de utilidade publica!!! Isso aki deveria ter mais destake e/ou aparecer na revista impressa. Tem MUUUUUUUUITA gente q eskece como se portar ou, no minimo, como tratar os outros em uma balada. Infelizmente, acho q jah vi tudo isso q foi mencionado e uma coisa achei bem importante e as pessoas nem fazem ideia de q isso existe: "você nunca sabe o estado mental da outra pessoa, por isso, não provoque". Parabens, muito bom!!

Conteúdo relacionado