E o Oscar vai para: o Smoking

Está aberta a temporada de vestidos estonteantes, corpos cuidadosamente esculpidos e pele impecável, tudo para a esperada cerimônia do Oscar. Época em que um verdadeiro exército de figurinistas, esteticistas, stylists, estilistas e cabeleireiros preparem atrizes, diretoras e profissionais de diversas áreas do cinema para que, durante sua passagem pelo tapete vermelho, tenham seu momento de glória, mesmo que, depois da cerimônia, apenas uma privilegiada minoria leve para casa a desejada estatueta careca.

Mesmo os holofotes estando apontados para elas no red-carpet, é entre eles que a moda prova: ser clássico também é sinônimo de glamour e elegância. O smoking é quase unânimidade entre os homens nas 80 edições da festa. Prova disso é George Clooney, discreto, o ator estava entre os mais bonitos da noite.

Usado, originalmente, como traje de fumo pelos homens, até a segunda metade do século XIX, o smoking ou black-tie acabou transformando-se em traje para as noites de gala. Em 1966 o estilista francês Yves Saint Laurent cria uma revolução no mundo da moda ao apresentar uma modelo vestindo camisa transparente, calça pantalona e paletó, num look intitulado "le smoking", sinalizando um novo momento no guarda-roupa feminino.

Hoje o modelito é uma versão democrática das casacas do século passado. Em estilo clássico, é um paletó ou jaquetão de tecido preto, com lapela de cetim ou seda. Também existem em lapelas de veludo, seda ou damasco. Os tecidos mais apropriados para este tipo de vestimenta são os mais leves, como a lã fria ou a seda. O abotoamento do paletó é cruzado, com dois botões. Deve ter um bom acabamento e linhas clássicas. Calça preta, sendo que a barra não deve ser dobrada sobre o sapato (calça italiana). Complementado rigorosamente com meias pretas, sapatos sociais de verniz ou couro liso, gravata borboleta preta, camisa branca de colarinho alto e faixa de cetim na cintura. A exceção é o summer, branco ou na cor crua, que deve ser usado só em festas à beira-mar. Para não ser confundido com um garçom, use um smoking bem cortado com um lenço de seda no bolso.

O tapete vermelho até pode ser o grande momento delas, mas o homens provam a cada edição do Oscar que sabem atravessá-lo com muito estilo também.

 

Categoria: 




Conteúdo relacionado