Relatos de uma bicha em um rodeio gay

Dessa vez isso é na verdade, de fato, um relato. Um relato da minha ida, vinda e reviravoltas ao rodeio gay de Alberta (Canadá) no fim de semana passado. Primeiro começa com a compra do ingresso em Cdn$114, eu achando que estava fazendo o melhor negócio, quatro dias de festa por Cdn$114? Jogo bom né? Poizé...

Bom, mantenha esse dado na sua mente, de quanto eu paguei pelos quatro dias de festa. Depois vamos para a passagem. Esse ano o rodeio aconteceu em Strathmore, uma cidade a 1 hora de Calgary, porém, meu namorado mora em Edmonton, que fica a 3 horas de Strathmore, então eu voei para Edmonton, onde nos encontramos e fomos de lá. Nisso eu morro em mais Cdn$420. Mais taxi, mais comida, mais livro pro vôo... é, as despesas só crescem e crescem.

Sai daqui sexta de manhã pra voltar terça a noite, achei ficaria os quatro dias acampando, então fui com duas bolsas cheias de roupa. David me disse que estava mó sol por lá, então levei apenas uma jaqueta né. Chegando em Edmonton, fomos no carro de Brian, um caminhoneiro daqueles que você daria qualquer coisa pra dar uma volta na boléia, sabe? Amigo de David, depois de 3 horas espremido no banco de trás, uma parada no A&W Burguers e muitas sonecas, chegamos ao acampamento.

GENTE DO CÉU! O que tinha de macho, mas macho mesmo, daqueles com calça jeans apertada, camiseta de botão e chapéu, suado, barba cheia, só de lembrar eu fico excitado. Mas, levando marmita pra churrasco, só pude olhar mesmo. Achamos o lugar onde acamparíamos, quatro amigos do David já estavam lá acampados, dois casais, um deles havia casado há 1 semana, Darin e Damien.

Armamos a barraca lá mesmo e já começamos a beber, de repente uma drag queen negra muito loca chega com uma garrafa de Jagemeister e poppers (clorofórmio), o nome dela? Shewanna Cock (Elaquer Pinto).

A noite começa a esfriar, e eu só tinha uma jaqueta de couro. O problema é que estava frio mas abafado, então tava frio, mas a jaqueta me fazia suar. A solução? Fiquei de cueca e enchi a cara!
Cdn$120 em cerveja, tequila e vodka! Eu e David fomos para um acampamento de um dos amigos dele, mais ao fundo, onde eles estavam fazendo um circulo em volta de seis grandes “velas” de lanolina, para espantar os pernilongos e se esquentar, ao mesmo tempo. Achei criativo e digno!

Naquela noite nada aconteceu fora isso. Na manhã seguinte, mais e mais machos chegavam para acampar, ou para estacionar suas Rvs e traillers na área, pois era o primeiro dia de rodeio.
Confesso que sou contra rodeio, por todo o sofrimento que os animais tem que passar, mas num momento de hipocrisia eu estava lá na arquibancada, enchendo a cara mais um pouco e gritando para tudo que acontecia, mesmo sem entender nada.

Descobri que o “negócio” que eles usam para espremer o saco do boi, para fazer o mesmo pular, cai na hora que o pião cai, ou seja, são, no máximo, 8 segundos de sofrimento, não que não seja ruim, mas não é tão ruim assim (perto do que já ouvi deles queimarem cigarro no bicho e outras coisas horríveis do gênero).

Olha, pode até ser que eu estava num rodeio, mas o que MENOS tinha lá era cowboy! Tinha gente com bota e chapéu, mas pião mesmo, de verdade, poucos. Mas tudo bem, pra quem se acha irlandês em dia de Saint Patrick, eu estou é exigindo muito! Me diverti demais no rodeio, mas dei uma mancada.

Encontrei um amigo de Vancouver, Todd, com o namorado dele lá, eu já estava bêbado (é dificil um momento da minha vida em que eu não esteja bêbado esses dias na verdade) quando um cowboy caiu aos 2 segundos de um boi e aparentemente machucou o braço e eu comentei que “o boi provavelmente está pensado: Bem Feito!” e Todd olha pra mim e diz “o cara no chão é meu amigo”, nessa hora o que se faz? Eu levantei e voltei pro acampamento, pros braços do meu amor, que por sinal, também estava bêbado.

Churrasco, conversa, risada, muita risada e chega a hora da festa. A palavra vinda da boca pequena é que os ingressos estavam ES-GO-TA-DOS pra festa da noite, um alvoroço toma conta do acampamento. Planos de sabotagem, planos de entrar como back dancers das drags, planos de fazer festa no acampamento, e no final, o que estava esgotado eram os ingressos para o churrasco da noite (reza a lenda que a fila era composta 97% por sandalinhas e suas derivações mais exóticas, talvez porque as bibas estavam fritando somewhere else). No fim, todos fomos para a festa, que acontecia em um galpão, e não foi muito diferente de um bailão fura bucho com músicas muito ultrapassadas, muita gente, cerveja cara e nem tão gelada assim, mas no fim o que conta é a diversão e os amigos ao redor.

No outro dia, todos estão torrados e queimados de tanta radiação solar que sofreram. Também né gente, eu que sou meio africano, meio tupi guarani, tava usando FPS 30, imagine eles que são meio esquimó, meio pinguim, usando FPS 15, é pedir pra virar pimentão naquele sol de Alberta. Porque o Canadá pode ser frio no inverno, mas verão aqui são mais de 16 horas de Sol! Ou seja, tivemos que voltar um dia antes do planejado ou seja, again, o que aconteceu com os Cdn$114 que paguei pros 4 dias de festa?!

No caminho de volta, muito drama, porque eu sou dramático, muita encheção de saco, mais 3 horas espremido entre malas e travesseiros e finalmente cama! Na hora de ir embora, descubro que por algum motivo idiota eu estava bookado no vôo de 30 de julho, 1 mês adiante do que deveria ser! Tive que pagar Cdn$78 pra rebookar para o outro dia, perder um dia de trabalho e gastar mais dois viajens de taxi, fora que meu celular decidiu morrer, então eu não tinha como ligar pro meu namorado avisando que eu estava na porta do apartamento dele, e, claro, ele não estava em casa, e eu tive que esperar lá até ele se dar conta que eu já deveria estar de volta e sair procurando por mim.

No outro dia, meu vôo decide atrasar meia hora, e eu tive que ir trabalhar da meia noite as 8 da manhã.E farei tudo de volta mês que vem, dessa vez será o Western Coast Pride Camping.

No geral, eu diria que todo o dinheiro que eu puder gastar pra ficar com o cara que eu amo é pouco, mas se não fosse por ele, não teria valido nem a metade do dinheiro que gastei. Gente, tomara que vocês sejam melhores planejadores de viagens do que eu fui. Beijo and ride me!




Comentários

Comentar

Conteúdo relacionado