Cães de raça e doenças genéticas causadas pelo homem

Os cães nem sempre foram vítimas da moda. Antigamente, se pareciam com seu ancestral, o lobo, e sua criação seguia a seleção natural já que eles desempenhavam um papel importante na sociedade. Eles tinham função práticas, como: caçar, vigiar ou guardar a casa dos donos, tocar rebanho, orientar ovelhas, entre outras.

No meio do século 19, tudo isso mudou de foco. Até então, apenas os animais que se destacavam em seus trabalhos eram cruzados dando origem a filhotes fortes e saudáveis como os pais. Mas tudo começou a mudar em 1850, quando aconteceu a primeira exposição de cães bonitos e fortes se tornando popular. Precisando de uma organização para administrá-las, foi criado o Kennel Club, em 1873, na Inglaterra.

Pensando sempre na beleza e estética dos animais, criadores começaram a cruzar parentes, irmã com irmãos, pais com filhas, avós com netas tudo isso para selecionar as qualidades desejadas. Além disso, o Kennel Club passou a aceitar o registro de animais nascidos de cruzamentos entre mãe e filho ou irmãos e irmãs. Os problemas sérios começaram a aparecer muito tempo depois.

Existem 500 doenças genéticas conhecidas nos cães. Os Boxers sofrem de problemas cardíacos, com grande incidência a ter câncer, problemas articulares e, como em muitas raças, de epilepsia. Os Cavalier King Charles Spaniel é um cão muito popular na Inglaterra por seu temperamento dócil e meigo, mas sofrem de uma terrível doença genética do sistema nervoso, chamada Siringomielia, seu cérebro é maior do que o crânio. Imagine um pé 42 em um sapato 38, é mais ou menos isso que acontece. È uma das doenças mais dolorosas que existem a dor de cabeça é intensa, isto ocorre em 1/3 dos animais e os sintomas variam. Em casos mais graves os animais devem ser sacrificados pois o sofrimento é intenso. Os Poodles apresentam quase todas as doenças que imagináveis endócrinas, tumores de mama, Hidrocefalia nos Toys, epilepsia e outras. Os Pugs seguindo o conceito de padrão da raça hoje apresentam o focinho tão achatado que mal conseguem respirar. O Rhodesian Ridgeback apresenta uma crista de leão no seu dorso que é uma linha com pelagem mais escura, 1 em cada 20 nascem sem a crista e no Reino Unido esses animais saudáveis que apresentam apenas uma diferença genética devem ser sacrificados, isso tudo por causa de uma bobagem de padrão de raça e estética. Todos estes dados foram denunciados no documentário Pedigree Dogs Exposed, ou no Brasil, Segredos do Pedigree, da rede britânica BBC.

Os problemas genéticos estão aumentando de forma assustadora porque nós humanos estabelecemos qual deveria ser o padrão de cada raça. A culpa é do sistema de registro (Kennel Club) e das exposições que estabelecem as regras de aparência que determinam a lógica no mundo canino. Aqui no Brasil, felizmente, nós médico veterinários conseguimos algumas vitórias, está proibido pelo CRMV – Conselho Regional de Medicina Veterinária o corte de orelha e corte de cauda que são cirurgias mutilantes, sem qualquer indicação médica, pois visam apenas o padrão estético.
 
As pessoas deveriam pensar mais no bem estar dos animais e não em um padrão de raça ou um padrão estético. Quando escolhemos um animal sua função principal é de nos fazer companhia, trazer alegria. Esses “cãopanheiros” vão viver anos ao nosso lado e se eles sofrem vamos sofrer juntos. Ninguém quer ter ao seu lado um amigo ou membro da família que vai passar a maior parte do tempo no médico, sem contar os custos elevados. A triste realidade é que os criadores visam apenas dinheiro e não se preocupam com o bem estar dos animais. Não podemos ficar brincando de ser Deus apenas para satisfazer nosso ego, sempre devemos pensar nas conseqüências e prejuízos que isso vai levar e onde iremos chegar.

Cuide bem do seu amigo, ele será eternamente grato.
Fabio Paradizo de Mello - Médico Veterinário CRMV-PR 8.334
Tel: 41-7814-7454 / 9228-7614    
e-mail: mellovet@gmail.com

Assista ao documentário completo, em inglês:
http://vids.myspace.com/index.cfm?fuseaction=vids.individual&videoid=44215931

Categoria: 




Comentários

Comentar

Conteúdo relacionado