Filme Prayer for Bobby é o novo título cult do cinema gay

Prayer for Bobby ou Orações para Bobby foi feito para a TV e estreou nos EUA na véspera do Oscar 2009 e virou o filme predileto de muitos gays. Intenso, o filme é inspirado em uma história real, já publicada no livro Prayers for Bobby: A Mother´s Coming to Terms with the Suicide of Her Gay Son (Orações para Bobby: Uma mãe se adaptando ao suicídio de seu filho gay), publicado em inglês em 1995.

A história real
Em agosto de 1983, em Walnut Creek, Califórnia, Bobby Griffith, de apenas 20 anos, se matou com uma arma. Sua mãe, Mary Griffith, antes ativa na comunidade presbiteriana local, virou ativista gay após a morte do filho. Cristã devota, ela entende que seu filho se matou em razão do seu preconceito. Ele sofreu por anos em suas mãos já que ela tentava converte-lo com orações e terapias. Não suportando a pressão para ser como sua mãe queria, o jovem se mata.

O filme
Brilhantemente estrelado pela vencedora do Oscar Sigourney Weaver, o longa ganha novos dramas e licença poética, como a própria morte de Bobby, que agora se joga de uma ponte. O enfoque na religião como motriz dos pensamentos da Sra. Griffith traz um bom debate à tona. Apesar de ser uma história triste, o filme traz boas mensagens e é um alerta aos pais que tentam lutar contra a sexualidade de seus filhos.

Sem previsão de estréia no Brasil, o filme pode ser visto em festivais e também na internet, onde já circula. O longa ganhou diversos prêmios como o GLAAD 2010 de melhor filme, além de indicações em diversas premiações para a TV, entre elas um Globo de Ouro para a atriz protagonista.


Assista o trailer:


Categoria: 




Comentários

Comentar

Conteúdo relacionado