Sempre Adolescente

Há pessoas, mesmo maduras, que vivem como se fossem adolescentes. Confesso que sou uma delas, uma “senhora” adolescente, mas na maioria das vezes com discernimento do certo e errado.

A idade nos presenteia normalmente com paciência, tolerância, sabedoria, responsabilidade, humildade e a viver intensamente. E se aliarmos a impetuosidade dos jovens, a energia inesgotável, curiosidade do novo, do procurar entender, do aceitar, de viver o hoje com responsabilidade, teremos uma qualidade de vida melhor, mais feliz pois não envelheceremos mentalmente.

Diariamente, devemos trabalhar em nossas funções normais e ter uma diversão, algo que gostamos de fazer. Eu complemento meu dia entre outras tarefas, trabalhando na Fazenda Feliz, no Café Mania e interagindo com amigos reais e virtuais nas redes sociais: Orkut, Facebook, MNS, me sinto integrada, aceita, conectada, isso ajuda na auto-estima. Ou ainda escrevendo meus textos e participando de ações construtivas que ajudem a melhorar a vida de alguém.

Estar entre os jovens e ser aceita por eles me faz muito bem. Procuro entendê-los, aceitá-los e até aconselhá-los. Passo a fazer parte da vida deles e eles da minha, daí vem a proteção e o carinho mútuo.

Não quero e não vou engrossar as estatísticas de pessoas idosas e “chatas”.
Devemos viver muito com energia, cuidar de nossa saúde, viajar para expandir nossos horizontes e viver essa vida curta mas maravilhosa, sempre com sabedoria.

Mas os homens tendem a complicá-la e fazem sua existência um “inferno”, muitos até por irresponsabilidade. Então já sabemos a receita de uma vida feliz: Viver Muito, Curtir muito, Amar muito, Estudar muito, e Trabalhar o suficiente para que não deixemos de lado pessoas importantes em nossa vida.

Viver bem. Sem drogas, Sem excessos, Sem preconceitos, Fazer tudo que quiser, com Responsabilidade, Respeito, Dignidade e Sabedoria, e isso os adolescentes já tem. É só colocar em prática.

 




Comentar

Conteúdo relacionado