Vandalismo contra livros de temática gay em Harvard será investigado como crime de ódio

A polícia da Universidade de Harvard, em Cambridge, nos EUA, investiga a destruição de mais de 40 livros de temática homossexual na biblioteca da famosa Universidade. No dia 24 de novembro, alguém encharcou os livros – alguns raros – sobre Casamento Gay, Direitos Gays, Teoria Queer e Literatura Homossexual com urina.

O autor do crime, ainda desconhecido, teria utilizado uma garrafa encontrada no local para levar a urina até a seção onde se encontravam as obras, avaliadas em milhares de dólares. A notícia demorou a ser divulgada pois era preciso fazer a avaliação das obras, que acabaram perdidas. O atentado será investigado como crime de ódio.

Categoria: 




Comentar

Conteúdo relacionado