Guia GLS do Festival de Teatro: 30 espetáculos abordando a temática gay no Festival de Curitiba 2012

Há 5 anos a Revista Lado A elabora um guia completo sobre a abordagem da temática homossexual no Festival de Teatro de Curitiba, este ano em sua 21ª edição. Entre os dias 27 de Março e 8 de Abril, a capital paranaense se transforma nano epicentro cultural do país, com 30 espetáculos na mostra de teatro principal, quase 400 peças na mostra Fringe, e outras tantas apresentações de dança, humor, circo, música, além de eventos de gastronomia e outras propostas em eventos paralelos.

Pela primeira vez, o festival tem uma mostra classificada como erótica, voltada ao público adulto. A seleção foi batizada de XXX, apesar de não ser bem divulgada, traz cinco espetáculos com forte homoerotismo. Assim também é EQUUS, espetáculo da mostra principal que traz o ator Leonardo Miggiorin no papel principal do garoto problemático que cegou seus cavalos e que aparece nu em cena boa parte da peça. O texto ficou conhecido do público por ter sido interpretado recentemente em Londres por Daniel Radcliffe, o ator que viveu o mago Harry Potter no cinema.

Outras duas peças na Mostra Oficial abordam a homossexualidade. Em O CASAMENTO, texto de Nelson Rodrigues que há 15 anos estreou no mesmo festival, “ a história de Dr. Sabino, um rico empresário, que descobre na véspera do casamento da filha que seu futuro genro é homossexual”. E LUIS ANTONIO – GABRIELA – que aborda a vida e drama de uma travesti que se tornou conhecida internacionalmente retratada pelo seu próprio irmão, o diretor Nelson Baskerville.

Na mostra Fringe, muitas comédias e personagens travestidos este ano, apontando que a abordagem da comunidade LGBT caiu no clichê, com exploração do gay como atrativo cômico das produções e não como personagem a ser apresentado de maneira natural ou positiva. Se rir de si mesmo é uma capacidade construtiva, a comum abordagem do homossexual por meio dos preconceitos ou estereótipos na mídia e nos palcos acaba compactuando com a manutenção da auto imagem e da imagem social dos homossexuais. Gay hilário dá público e isso é fato. Mas temos montagens interessantes, que aprofundam sim no universo LGBT e não são apenas mais um estereótipo na multidão.

Na dança, destaque para a apresentação de dança do grupo masculino de dança Jair Moraes, com a obra ECOS DE UMA CIVILIZAÇÃO. Em INTERSTÍCIO, com personagem inspirado no polêmico texto“O Despertar da Primavera”, do dramaturgo alemão Frank Wedekind, a sexualidade conflitante em jovens em plena época de repressão. Já A ÚLTIMA MELODIA traz os conflitos e sentimentos de um casal gay quando a relação chega ao fim. BICHA OCA é exatamente a antítese do homossexual popular, o personagem principal, um gay de meia idade e ranzinza comenta a atualidade e a liberdade conquistada, o novo modo de vida dos LGBTs com suas paradas e lut apor direitos iguais.

Se você gosta de rir, assista uma das comédias e se jogue. São 12 comédias. Mas tem ainda 8 dramas, uma sátira, um musical, um espetáculo de dança, cinco peças com conteúdo erótico e dois espetáculos de humor em nossa seleção. Confira.

Veja as peças selecionadas no V Guia GLS Lado A do Festival de Teatro de Curitiba:
(Favor citar o link: www.revistaladoa.com.br se reproduzir este Guia ou material acima)


MOSTRA OFICIAL

EQUUS (1)
DRAMA
SESC da Esquina
01:30 min. R$ 50 ou R$ 25
O clássico do teatro mundial que retrata as forças antagônicas do ser humano. O enredo traz a história do psiquiatra, Martin Dysart, que investiga os motivos que levaram ao jovem Alan Strung, filho único de um pai e uma mãe religiosa, a cegar seis cavalos. Nesta viagem, o psiquiatra acaba enfrentado seus próprios temores. Por meio da luta entre Dr. Dysart e Alan o espectador é levado a questionar o conceito de normalidade.
03/04, 21h – 04/04, 21h

LUIS ANTONIO - GABRIELA (2)
DRAMA
SESC da Esquina
01:28 min. R$ 50 ou R$ 25
Por meio de impressões recortadas, o espetáculo conta a história de um travesti que se tornou uma figura conhecida no exterior sob o codinome Gabriela. O irmão caçula que ele abusa sexualmente; a irmã mais velha que sai em sua busca; o pai que não o reconhecia como filho; amigos e colegas que sentem um misto de estranhamento e admiração por sua figura, e o olhar do próprio Luis Antonio, garoto que aos oito anos descobre a homossexualidade, constroem essa história que trata da busca por uma identidade.
01/04, 21h – 02/04, 21h

O CASAMENTO (3)
COMÉDIA
Guairão
01:40 min. R$ 50 ou R$ 25
A peça estreou em 21 de março de 1997 na Ópera de Arame dentro da Mostra Oficial do Festival de Teatro de Curitiba. Em 2012, para celebrar o centenário de Nelson Rodrigues, Os Fodidos Privilegiados voltam com uma remontagem do texto, mantendo elenco original, para reestrear nacionalmente a peça no evento. O texto conta a história de Dr. Sabino, um rico empresário, que descobre na véspera do casamento da filha que seu futuro genro é homossexual.
30/03, 21h – 31/03, 21h


FRINGE

4ª PAREDE (4)
COMÉDIA DRAMÁTICA
Espaço Cult
R$ 6 ou R$ 3
Espetáculo composto por três esquetes. Perdido em Curitiba, um nordestino tenta encontrar um meio de viver na cidade e depara-se com um travesti, enquanto um amor não correspondido tem desfecho inesperado e um pai conflita com seu filho nos becos do submundo.
28/03, 13h e 22h – 29/03, 16h – 30/03, 19h

AH... DAMAS DO BALACOBACO (5)
COMÉDIA
Teatro Lala Schneider – Sala 02 / Edson D’Avila
R$ 30 ou R$ 15
Duas atrizes de muito sucesso no passado, sempre inimigas, estão prestes a fazer um espetáculo juntas. Trancadas no camarim, trocam farpas e relembram o que foram capazes de fazer para chegar onde estão. Seus amores, seus escândalos, seus casamentos frustrados, seus altos e baixos na carreira.
06/04, 23h59 – 07/04, 23h59

AS MULHERES DA RUA 23 (6)
COMÉDIA
Mini-Guaíra
60 min. R$ 24 ou R$ 12
A história de duas amigas que se encontram às escondidas todos os dias, no mesmo horário e local, para trocar confidências e alguns fatos de suas vidas, como a infância, os amores, a religião, os preconceitos, os maridos e suas traições.
29/03, 18h – 30/03, 21h – 31/03, 12h – 01/04, 15h

AS QUARENTONAS (7)
COMÉDIA
Teatro Cultura
70 min. R$ 30 ou R$ 15
Duas amigas quarentonas dividem a casa e as crises. Contradições, neuroses, devaneios e ambiguidades preenchem o palco e a vida das solteironas, que retratam, numa linguagem de comédia escrachada, picante e muito bem humorada, seus altos e baixos no amor e no sexo, sem poupar do ridículo.
05/04, 21h – 06/04,21h – 07/04, 21h – 08/04, 21h

BICHA OCA (8)
DRAMA
Teatro Cultura
50 min. R$ 14 ou R$ 7
Seu Alceu - um homossexual velho e retrogrado - divaga suas memórias relembrando amores, casos e situações por qual passou. Nessa imersão no seu passado Alceu questiona o hábito dos homossexuais na atualidade e de forma acida questiona o movimento LGBT, Paradas Gays e a famigerada \"pegação\".
02/04, 22h – 03/04, 13h – 04/04, 16h

CALÍGULA, O IMPERADOR DO SEXO (9)
COMÉDIA
Teatro Lala Schneider – Sala 01
R$ 40 ou R$ 20
Caio Calígula foi um dos mais tiranos imperadores de seu tempo. Tomado por uma doença mental desconhecida, foi levado a atos totalmente insanos como nomear seu cavalo ao senado e prostituir as esposas dos senadores para gerar mais impostos. A comédia traz o lado sarcástico e até mesmo infantil da personagem.
06/04, 23h59 - 07/04, 23h59

CARTAS PARA ALÉM DOS MUROS (10)
DRAMA
TEUNI - Teatro Experimental da UFPR
55 min. R$ 30 ou R$ 15
Sete atores vivenciam cartas escritas pelo autor Caio Fernando Abreu, em textos que nos ajudam a compreender e atravessar melhor os tempos, os sonhos e as ansiedades de quem não abdica de reivindicar urgência pela felicidade, enquanto ainda há vida e lucidez. As palavras de cada carta são, por si, uma encenação própria.
05/04, 15h -  06/04, 18h – 07/04, 21h - 08/04, 12h

COMO A GENTE GOSTA
MUSICAL
Praça Osório
60 min. entrada franca
Rosalinda se disfarça de homem e foge da corte para a floresta onde encontra seu enamorado Orlando, fazendo-o imaginar que ela (travestida de homem) fosse de verdade sua amada. Lições de como curar a febre do amor, inspiradas na obra As you like it, de Shakespeare.
03/04, 16h – 04/04, 16h – 05/04, 18h – 06/04, 18h

CUIDADO! SEU PRÍNCIPE PODE SER UMA CINDERELA (11)
COMÉDIA
Teatro Reikrauss
R$ 30 ou R$ 15
Vaidade masculina, metrossexualismo, corpo sarado, academia. Em meio a tantas novidades no mundo masculino de cuidado com a beleza, a peça traz dicas para que as mulheres consigam identificar os homens verdadeiros - e livra-se das cinderelas.
30/03, 23h59 -  31/03, 23h59 -  01/04 - 21h00, 07/04 - 12h

DE COMER AO QUE TEM FOME
DRAMA
Casa Hoffmann
R$ 10 ou R$ 5
Elas esperam. Dor e prazer se misturam em um único momento. Redenção, entrega e esquecimento. Entre quatro paredes todo e qualquer julgamento externo não importa. Uma sexualidade livre, verdadeira, sincera, mediada e sensata. Perversão de conceitos.
02/04, 22h – 04/04 19h – 06/04, 19h

DRÏKA
SÁTIRA
Mini-Guaíra
50 min. R$ 20 ou R$ 10
Sob ótica gay, a peça aponta detalhes do universo pessoal de três personagens em tempos distintos, por vezes complementares e intercalados: o natal passado, presente e futuro. As três épocas servem como “pano de fundo” para uma reflexão divertida sobre a história e os rumos da identidade gay.
01/04, 12h – 02/04, 15h – 03/04, 18h – 04/04, 21h

E SE MEUS PAIS SOUBESSEM? (12)
COMÉDIA
Correios - Aud. Carteiro Osvaldo Teixeira
60 min. R$ 12 ou R$ 6
Conflito de um adolescente com sua identidade em formação. Com orientação claramente homossexual, o personagem sofre preconceito, abusos e violência física na escola, ao passo que não consegue se comunicar com os pais ou amigos. Em determinado momento ele é abordado pela própria consciência.
05/04, 13h – 06/04, 16h – 07/04, 19h – 08/04, 22h

GERAÇÃO WHATEVER
TRAGICOMÉDIA
Mini Auditório Teatro Guaíra
75 min. R$ 30 ou R$ 15
Seis personagens revelam um panorama das relações humanas e suas deturpações típicas do começo do século XXI. Um homem, uma mulher e suas peripécias para sobreviver num mundo hiperinformado, sem ética e cheio de exigências. Com a atriz transexual Maite Schneider.
06/04, 18h - 07/04, 21h - 08/04, 12h

INTERSTÍCIO (13)
DRAMA
Casa da Leitura Dario Vellozo
50 min. R$ 20 ou R$ 10
A trajetória dos possíveis últimos minutos de quem toma a decisão mais difícil de todas. A sexualidade já não importa. Os conflitos internos a outra parte apartada e ao mesmo tempo dentro. Ele respira, Eu respiro... Onde o tempo não é mais que um lugar repleto de vagões cheios de algodão branco.
30/03,19h - 31/03, 21h00 - 07/04, 21h - 08/04, 20h

MACHO NÃO GANHA FLOR (14)
MONÓLOGO
Teatro João Luiz Fiani
R$ 30 ou R$ 15
Comédia e drama em um espetáculo construído a partir da obra de Dalton Trevisan, maior contista vivo brasileiro. Onze cenas com dez personagens interpretados por Marino Jr. A maioria dos contos, retirados do livro homônimo, mistura temas contundentes como a violência e os relacionamentos homem/mulher.
05/04, 21h – 06/04, 21h

NAVALHA NA CARNE
DRAMA
Centro Cultural Boqueirão
R$ 20 ou R$ 10
Reinvenção da obra mais encenada de Plínio Marcos, que extrapola os limites da relação sado-masoquista existente entre a prostituta Neusa Sueli, Vado,o cafetão e Veludo, um homossexual que reside na pensão onde também habita o casal.
01/04, 20h – 02/04, 15h e 20h – 03/04, 15h

PTERODÁTILOS (15)
COMÉDIA DRAMÁTICA
SEEC - Auditório Brasílio Itiberê
entrada franca
A família de Artur, um presidente de banco, e Grace, uma dona de casa alcoólatra, é chacoalhada pelo retorno do filho mais velho (Todd), pelo iminente casamento da caçula Ema com o namorado transformado em empregada (Tom), pelo desemprego do pai e pela descoberta de ossos no subsolo da casa em que moram.
29/03, 18h – 30/03, 21h – 31/03, 18h – 01/04, 21h

SEXO VERBAL
COMÉDIA DRAMÁTICA
Teatro Cultura
80 min. R$ 10 ou R$ 5
Uma ex-prostituta é a anfitriã de uma festa feita para o amor. Os desejos e frustrações pairam no ar, entre o pseudo modernismo de uma mulher romântica, a falsa moral e a religião esbarrando nos desejos de um bissexual, o conservadorismo de um homossexual, e num velho freguês a prostituta procura seu pai.
28/03, 19h – 29/03, 22h – 30/03, 13h – 31, 16h

ÚLTIMA MELODIA (17)
MONÓLOGO
Teatro Marina Machado - Aud. Marinão
50 min. R$ 20 ou R$ 10
Cadeia de sentimentos que envolvem duas pessoas no término de um relacionamento homossexual conturbado. Num momento decisivo , precedido por uma cena de amor, verdades e mentiras vão sendo reveladas, sentimentos encobertos vão sendo colocados em xeque e a fragilidade da relação se torna cada vez mais exposta e insustentável.
05/04, 19h – 06/04, 22h – 07/04, 13h – 08/04, 16h



MOSTRA XXX

SATYROS’ SATYRICON - SUBURRA (19)
ERÓTICO
Espaço Cênico
00:60 min. R$ 40 ou R$ 20
Os escravos do século XXI se reúnem, não falam sobre trabalho, colocam seus corpos em movimento e se preparam para a diversão. A felicidade é química? É visual? É sonora?
29/03, 23h59 – 30/03, 23h59 – 31/03, 23h59

SATYROS’ SATYRICON
ERÓTICO
Espaço Cênico
00:40 min. R$ 50 ou R$ 25
O projeto parte dos fragmentos da novela romana de Petrônio (60 d.C.) que chegaram até nós, das pesquisas que os Satyros desenvolvem sobre o entorno geográfico da Praça Roosevelt, em especial com relação à prostituição masculina e ao universo da malandragem da região, e aos livros “Multidão” e “Império”, de Michael Hardt e Antonio Negri. O projeto não se limita a um espetáculo teatral convencional. Ele envolve 3 eventos distintos. Cada um dos eventos pode ser assistido independentemente do outro, sendo ações artísticas singulares.
29/03, 22h15 – 30/03, 22h15  – 31/03, 22h15

SATYRICON DELÍRIO (18)
ERÓTICO
Espaço Cênico
01:30 min. R$ 50 ou R$ 25
Adaptação do romance clássico de Petrônio, escrito em Roma, há 2000 anos. Ascilto, Encolpo e Giton, três típicos malandros, têm uma relação amorosa triangular, às vezes romântica, às vezes puramente carnal. Houve quem os considerasse uma “profaníssima trindade homossexual”. Vivem aventuras numa Roma decadente, promíscua, caótica e determinada pelos deuses. Sob o signo da orgia, da embriaguez e da confusão de todos os apetites, o trio escancara uma sociedade que contém pouquíssima diferença da atual, principalmente no que diz respeito aos c ostumes, moral e ética. “Satyricon, de Petronio” já foi chamado de “um romance jovem de quase dois mil anos de idade”! Lei Municipal de Incentivo à Cultura – Prefeitura Municipal de Curitiba – Fundação Cultural de Curitiba
06/04, 22h30 – 07/04, 22h30 – 08/04, 22h30

SATYROS’ SATYRICON - TRINCHA
ERÓTICO
Espaço Cênico
00:40 min. R$ 40 ou R$ 20
Há uma multidão produtiva e organizada cercada de tecnologia por todos os lados. Cada indivíduo atua como receptor e multiplicador de conectividades, se interligando em um sistema complexo e funcional. Uma única pessoa – uma multidão de possibilidades, uma multidão de pessoas – infinitos recursos. O espectador é convidado a entrar neste universo de imagens e ações simultâneas, em um passeio estético pelo caos do novo milênio. Tudo em absoluta ordem.
29/03, 21h30 – 30/03, 21h30 e 31/03, 21h30

SATYRICON DELÍRIO
ERÓTICO
Espaço Cênico
01:30 min. R$ 50 ou R$ 25
Adaptação do romance clássico de Petrônio, escrito em Roma, há 2000 anos. Ascilto, Encolpo e Giton, três típicos malandros, têm uma relação amorosa triangular, às vezes romântica, às vezes puramente carnal. Houve quem os considerasse uma “profaníssima trindade homossexual”. Vivem aventuras numa Roma decadente, promíscua, caótica e determinada pelos deuses. Sob o signo da orgia, da embriaguez e da confusão de todos os apetites, o trio escancara uma sociedade que contém pouquíssima diferença da atual, principalmente no que diz respeito aos c ostumes, moral e ética. “Satyricon, de Petronio” já foi chamado de “um romance jovem de quase dois mil anos de idade”! Lei Municipal de Incentivo à Cultura – Prefeitura Municipal de Curitiba – Fundação Cultural de Curitiba
06/04, 22h30 – 07/04, 22h30 – 08/04, 22h30

ATO DE COMUNHÃO (16)
ERÓTICO
Espaço Cênico
R$ 50 ou R$ 25
Narra três momentos da vida de um homem: sua festa de aniversário de oito anos, o enterro da mãe em sua juventude e, já adulto, o encontro com alguém que conheceu pela internet. A sequência final é baseada em um caso verídico, ocorrido em 2001, na Alemanha, em que o homem praticou canibalismo em outro homem, com a permissão do mesmo. O autor constrói uma metáfora dos relacionamentos contemporâneos, em que o furtivo e o imediato prevalecem.
02/04, 22h30 – 03/04, 22h30


DANÇA

ECOS DE UMA CIVILIZAÇÃO (20)
OUTRO
Teatro José Maria Santos
R$ 10 ou R$ 5
Obra coreográfica a partir de um estudo baseado na cultura negra que, mais que contar uma história, tem como objetivo comunicar através dos movimentos corpóreos encenados toda a determinação, a religiosidade, a lamentação e a força de um povo que continua vivo no corpo de cada um dos brasileiros.
01/04, 18h – 02/04, 21h


HUMOR

FALANDO A VERAS, COM MARCOS VERAS (RJ)
COMÉDIA STAND-UP
Curitiba Comedy Club
60 min. R$ 50 ou R$ 25
Sucesso no programa “Zorra Total”, a criança Soluço e o mafioso gay Frescone, e agora também está com mais um personagem, chamado Ruan Santana, uma paródia ao cantor sertanejo Luan Santana. Imitações de artistas como Tim Maia, Daniel e João Bosco.
01/04, 22h


RISORAMA

A drag Nani People é atração das quatro últimas noites do Risorama que vai do dia 29/03 a 03/04 no Park Cultural e traz mais de 20 humoristas diferentes, cada noite vários deles se apresentam solo e custa de R$50 a R$35.


Para ver endereço dos locais das apresentações, mais informações e comprar online, clique aqui.



Categoria: 




Comentários

Excelente trabalho de todos vocês. A Lado A está de parabéns, pois enfoca com muito profissionalismo e conhecimento, a temática GAY. Estamos todos de parabéns por termos uma Revista desse nível. Nota 10. Viva a comunidade LGBTT.

Excelente trabalho de todos vocês. A Lado A está de parabéns, pois enfoca com muito profissionalismo e conhecimento, a temática GAY. Estamos todos de parabéns por termos uma Revista desse nível. Nota 10. Viva a comunidade LGBTT.

Comentar

Conteúdo relacionado