Crimes contra o amor: exposição em NYC denuncia homofobia no Brasil

O artista carioca radicado nos EUA Cyriaco Lopes expõe na President’s Gallery, em Nova York, a sua exposição “Crimes Against Love” (Crimes contra a vida). 10 peças expõem a violência homofóbica no Brasil e prestam homenagem às vítimas destes crimes de ódio que chegam a marca de um a cada 36 horas. A exposição questiona que o país do Carnaval possui a maior Parada Gay do mundo e também é palco do maior número de assassinatos de gays no mundo.

Crimes contra o amor homenageia as vítimas da intolerância com obras que juntam imagens e esculturas inspiradas em grandes obras da cultura greco-romana. Uma das peças “Enterrado vivo pelo padrasto”, fala do caso real de um rapaz assassinado e morto por ser homossexual por seu próprio familiar. A exposição permanece até o dia 7 de Setembro e depois segue para outras cidades americanas e para a Europa.

Categoria: 




Comentar

Conteúdo relacionado