Votação sobre a cura gay na CDHM é adiada mais uma vez

Mais uma vez a Comissão dos Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados (CDHM) adiou a votação para aprovação do projeto que autoriza o tratamento psicológico e terapia para alterar a orientação sexual do indivíduo, conhecido no Congresso como “Cura Gay”. Esta é a terceira vez consecutiva que a votação é cancelada, desta vez, o cancelamento se deve a “Ordem do Dia”, que é a ordem proposta pela mesa às votações no Congresso Nacional.

A sessão estava marcada para ocorrer na última quarta-feira, às 14h. O presidente da CDH, Marco Feliciano (PSC-SP) colocou o projeto em pauta pela primeira vez há cerca de 15 dias, na ocasião, a discussão foi cancelada pelo fato de ter gerado muita polêmica, chegando a levar diversos manifestantes ao Congresso Nacional.  Os manifestantes protestaram com faixas, cartazes e aos gritos acabaram levando o presidente da Casa o deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) a cancelar a discussão da suposta “cura gay”. 
 
De autoria do deputado João Campos (PSDB-GO), o projeto visa derrubar trechos de uma resolução do Conselho Federal de Psicologia que coíbe os profissionais de participarem de terapia para alterar a orientação sexual bem como discutir a homossexualidade como sendo uma doença, de caráter patológico, os profissionais ainda não podem orientar os indivíduos a realizarem tratamentos não solicitados. 

 
 

Categoria: 

Tags: 




Comentar

Conteúdo relacionado