Australianos respondem pelo correio se são a favor do casamento gay

Começou nesta terça-feira a ser distribuída na Austrália, pelo correio, uma pesquisa sobre o casamento entre pessoas do mesmo sexo.  O plebiscito será encerrado em 07 de Novembro, e os resultados serão divulgados em seguida. Foram emitidas cerca de 16 milhões de cédulas, que consta com o seguinte questionamento: "Deve ser alterada a lei para permitir que as pessoas do mesmo sexo se casem?", com opções de "sim" e "não". 
 
Esta medida veio a ser tomada após o Senado australiano rejeitar por duas vezes a organização de um plebiscito e como esta era uma das promessas de campanha do atual governo, o Executivo decidiu organizar a enquete, ao custo de 122 milhões de dólares. 
 
Assim, este debate não é recente, e com base numa pesquisa da Fairfax Media, 70% dos australianos aprovam a medida.  Se a maioria vier a se posicionar positivamente, o governo se compromete a organizar uma votação no Parlamento para mudar as leis de casamento, e espera que a matéria seja debatida no plenário antes de 7 de dezembro.  
 
O primeiro ministro Malcolm Turnbull, estimulou a todos a responderem a pesquisa e enviá-la, e acrescentou ainda que votará sim, assim como sua esposa.  O método de votação foi criticado por políticos e ativistas a favor dos direitos GLBT, onde abordam que o Parlamento deveria debater diretamente o tema.  
 
Tal medida é um grande exemplo, a busca pela mudança e a garantia dos direitos, apesar do método silencioso, pode ser um grande avanço visto que a questão já e debatida há anos e nunca se foi à votação.
 
 

Categoria: 

Tags: 




Comentar

Conteúdo relacionado