Comportamento

Resultado da enquete: Você vai participar de alguma parada gay este ano?

Época de paradas por todo o Brasil, época de exigir respeito e mostrar a cultura do orgulho gay. Por isso, a enquete da semana foi exatamente sobre o assunto.

Perguntamos se os internautas vão participar de alguma parada gay este ano e descobrimos que 23% das pessoas que votaram no site disseram nunca terem ido e nem querem participar do mais importante e polêmico evento do calendário gay.  Mas 26% falaram que vão sim a pelo menos uma Parada Gay este ano.




Você conta ou não ao seu melhor amigo se descobrir que ele está sendo traído?

De acordo com a nossa recente pesquisa, na qual perguntamos o que você faria se descobrisse que o namorado do seu melhor amigo está traindo ele, foi esmagador o número de pessoas que admitiram serem fieis à amizade. 41% dos nossos leitores disseram que contariam para o melhor amigo que ele estaria “levando chifre”. 21% são devotos daquela máxima que diz que briga de marido e mulher (nesse caso marido e marido ou mulher e mulher) ninguém mete a colher e acham melhor não meter o bedelho na relação.




Seminário em Porto Alegre debate sobre a diversidade sexual nos livros didáticos

Rolou ontem, dia 28 de maio, em Porto Alegre, um evento muito bacana direcionado a educadores, orientadores e pesquisadores do meio didático nacional. O evento rolou na FACED/UFRGS e teve como base aprofundar e mostrar os resultados de uma pesquisa feita por pesquisadores da Anis e demais centros convidados a analisar os conteúdos dos livros e dicionários distribuídos pelo MEC nas escolas.




Qual a parte do corpo que mais chama a sua atenção quando conhece alguém?

Seguindo a célebre frase: “Que me desculpem os feios, mas beleza é fundamental” a enquete desta semana veio para comprovar tal afirmação. Para 26% dos internautas que entraram no site e votaram nesta opção o rosto é a parte do corpo que mais chama atenção ao conhecer alguém. Em seguida, as opções mais votadas foram a boca (19%) e o peitoral (13%). Os olhos, janelas da alma, ficaram 10% dos votos e o não menos importante cérebro, com 9%, empatado com o bumbum. Dá para ter um parâmetro no nível de exigência do pessoal.




Resultado da enquete “você já fez sexo a três?”

Uma pergunta interessante na enquete desta semana, com o tema “você já fez sexo a três”? Constatamos uma verdade: arrasadoramente, uma grande maioria do público que respondeu esta questão votou que já fez sim, somando todas as opções em um total de 65. Já a turma do deixa disso, ou seja a turma do “nunca fiz” foram apenas 35% mas veja abaixo as surpresas. Desmembrando as questões e argumentos levantados na respostas ficou exatamente assim:




Morando com o Ex: Missão impossível?

É possível namorar anos um cara e de repente por alguma razão terminar o relacionamento e passar a viverem juntos como amigos? Para muitos isto é possível sim, embora os céticos de plantão discordem e digam que jamais irá existir “paz” e “harmonia” num relacionamento de amizade com algum ex-namorado. Para o porto-alegrense, cabeleireiro Carlos, 27 anos, é muito normal hoje em dia este tipo de relacionamento entre ex-namorados.




Resultado da enquete: Com qual idade você fez sexo...?

Na semana passada, fizemos uma nova enquete com a seguinte pergunta: “Com qual idade você fez sexo com uma pessoa do mesmo sexo (com penetração, não importa a posição) pela primeira vez?”

60% fizeram sexo antes dos 18 anos de idade. 18% tiveram sua primeira relação entre os 15 e 16 anos, já 17% fizeram sexo entre os 13 e 14 anos, valor expressivo se considerarmos a idade em questão. Curiosamente, 5% dos votantes assumiram ter feito antes dos 10 anos de idade.




Resultado da enquete: O que é pior em uma balada

Em nossa pesquisa mais recente, constatamos que a beleza ainda é fundamental! Pois, para 19% das pessoas que votaram em nossa enquete “O que é pior em uma balada”, o pior mesmo é só ter gente feia. Já para aproximadamente 15% encontrar o ex ou inimigo na balada é péssimo. E para 14%, o pior é uma balada vazia, que empatou com “ar-condicionado que não funciona”. Já a turma que dá prioridade a um som legal votou na opção “nada pior do que um som ruim” que recebeu a significante percentagem de 11%.




Pesquisa afirma que 10,4% dos homens brasileiros são gay ou bi

Dados recentes apontam que o número de pessoas abertas à discussão sobre o tema está cada dia maior também. Em recente pesquisa feita pelo Projeto Sexualidade (ProSex), encabeçada pelo Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da USP (Universidade de São Paulo) 7,8% são homossexuais e 2,6% bissexuais, num total de 10,4% no país, isto para o homens, já para as mulheres, 4,9% são homossexuais e 1,4% bissexuais, num total de 6,3%.




Resultado da enquete: Ativo, passivo ou criativo?

Perguntamos aos nossos leitores quais suas as preferências na cama. Alguns leitores já mandaram comentários indignados com o resultado preliminar que saiu na revista impressa. Onde estão os ativos?, perguntaram. Vale lembrar que as pessoas que votaram são dos mais distintos lugares e o site tem a frequência de 30% paranaenses, 20 % de gaúchos, 20% paulistas e 15% de catarinenses, e mais um monte de gente (15%) de outros estados e países (62 países).




Pintos, relatos e poesias em blog na internet

Tem blog de tudo na internet, mas descobrimos um que era babado, mas que está há um ano sem novos posts. O bofiscandalo.blogspot.com trazia fotos de lindos homens, trechos de poemas, citações e muitas opiniões sobre diversos temas. O blog faz três anos de existência, embora esteja desatualizado. O autor, de São Paulo, que não se identifica, dá até dicas de como se pegar um bofe, “pseudo-hétero (categoria que ele cria para definir os machos que pegam outros homens mas não saem do armário). Vale a pena conhecer.

Segue trecho do post estilo “Como agarrar o seu bofe HT”:




Enquete: Família e Armário

“Seus pais sabem de você e aceitam a sua orientação sexual?” foi a nossa pergunta da semana passada aos nossos internautas. Surpreendentemente, 35% afirmaram que ambos os pais sabem que eles são gays ou lésbicas e apóiam a sexualidade de seus filhos. Mas se somarmos, por outro lado, “Não contei ainda” (24%) e Não vou contar nunca (16%) temos 40% dos nossos leitores no armário.




Bullying: Xingamento lidera preconceito nas escolas

Dos mais de cem internautas que responderam a nossa enquete: “Você sofreu algum tipo de perseguição na escola por ser gay ou lésbica?”, 32% afirmaram que eram xingados no ambiente escolar. A prática de perseguir outros alunos é conhecida como bullying (bully = valentão). Pesquisas recentes abordam o tema que ganhou dimensão nas discussões das rodas de educação e direitos humanos.




Resultado da enquete: Gays e lésbicas querem ter filho?

Homem com homem, mulher com mulher e seus filhos. Os gays e lésbicas, pelo menos os nossos leitores, estão divididos sobre o assunto mas a maioria já decidiu: querem ter seus filhos. A opção mais coerente entre os votantes da enquete sobre o assunto decidiu adotar como meio de ter filhos (33%). Mas 15% esperam poder ter filhos do seu próprio sangue por meio de parcerias ou barrigas de aluguel. O mais surpreendente é que 8% afirmaram já terem filhos!

O que é um indicativo que a nossa comunidade tem muitos pais e mães e nenhum serviço especializado para eles.




Transando com ursos de pelúcia

Se você achava sexo com animais algo grotesco, o que você acha de sexo com animais de pelúcia?

Uma nova e estranha modalidade de fetiche está ganhando espaço em sites de vídeos caseiros eróticos como o XTube. Teddy Bear fuck é uma categoria muito engraçada de pessoas que gostam de ter prazer com seus ursinhos de pelúcia. Parece aqueles cachorrinhos desesperados nas pernas das pessoas ou mesmo atacando bichos de pelúcia. Tem coelho, urso, orça, até tigres de pelúcia. Em uma de suas variações, as pessoas se vestem de bichos de pelúcia e se exibem ou transam.




Páginas