Últimas Notícias

ASSISTA: Taxistas agridem rapaz em Curitiba que seria gay usando app de táxi para se oferecer sexualmente

Mais um triste episódio desnecessário de homofobia. Um rapaz de Curitiba foi violentamente agredido e humilhado por taxistas que filmaram a ação e o vídeo parou na internet. O rapaz é acusado de usar um aplicativo de táxi para se oferecer sexualmente e os taxistas se reúnem para espancar o rapaz. No início, o taxista que levava o garoto no carro que é abordado chega a dizer que não é este o rapaz, mesmo assim, os homens o perseguem e ele sai correndo pedindo socorro.




Novo projeto de prevenção em Curitiba terá encontros de jovens e fanzine

Com objetivo de informar e incentivar a testagem para o HIV e falar sobre Aids e Hepatites Virais, os jovens curitibanos ganharam o Projeto Prevenção Combinada, financiado pelo Ministério da Saúde e a Secretaria Estadual de Saúde, que desenvolverá um fanzine e realizará encontros mensais com apelo cultural, chamado de “Sarau dos #Piá”. O projeto é do Centro Paranaense da Cidadania – Cepac, e começou este mês e terá ainda abordagens em locais com frequência da população alvo, para distribuição de gel, preservativos e informativos.




Apenas 28% por cento do mundo se autoconsideram como locais amigos ou bons para os gays viverem

Você sempre houve falar em lugares que são paraísos para os gays e alguns governos adoram propagandear isso para abocanhar uma fatia do mercado do Turismo LGBT. O grupo de pesquisa Gallup acaba de divulgar uma interessante pesquisa global em que os moradores locais dizem se sua região é ou não “gayfriendly”, ou amiga dos gays, segundo suas próprias percepções. Em apenas 28% dos locais pesquisados mais de 50% da população entrevistada concordou que o país era bom para LGBTs viverem. a pesquisa foi conduzida em 123 países, em 2013.




Curioso caso de estupro gay duplo é um mistério para as autoridades australianas

A notícia não poderia ser mais curiosa. Um homem  conheceu outro homem em uma boate e foram para a casa de um deles. Só que mesmo ficando por livre e espontânea vontade, levando o desconhecido para sua casa, um dos rapazes alega que se negou a fazer sexo oral no companheiro sexual e, ao ser forçado, mordeu o pênis do outro homem. O caso curioso ocorreu em Brisbane, Queensland, Australia.




Garoto prodígio: Novo residente do grupo Black Box, Arthur Becker estreou adolescente na cena gay curitibana

Aos 15 anos de idade, o DJ Arthur Becker já era atração em Curitiba no final dos anos 90. Ele foi residente aos 16 anos do Club Elektra e o loirinho de olhos azuis que tocava som clubber virou personalidade rapidamente na noite da capital paranaense. Depois, ele passou por clubes como Cats e Box, chegando a ser eleito em 2001 DJ do ano da cidade, aos 18 anos. Em seguida, Arthur tocou como residente de diversos clubes da cena hétero como The Hall, Cabral, bateu ponto nas baladinhas Konys, Rave, Vibe, Mediterranea, Wyn, Lique, Aurora, entre outras que marcaram Curitiba nos anos seguintes.



Chocante: Jovem americano posta vídeo de quando discute e é agredido e expulso de casa por família

“Daniel, eu quero te dizer antes de qualquer coisa, mas eu te amo. E eu sei que era gay desde que você era um garoto pequeno”. “Então você sabe que eu não fiz uma escolha”. “Você fez uma escolha...”, “Eu não fiz uma escolha. Eu sou assim desde que saí do útero da minha mãe talvez muito tempo antes disso”. “Isso não é verdade. Você pode negar o quanto quiser, mas eu acredito na palavra de Deus e Deus não fez ninguém assim. É um fato. Você escolheu escolher”.



Neste sábado tem 4ª Parada da Diversidade de Itajaí

A 4ª Parada da Diversidade de Itajaí acontece neste sábado, dia 30, com o tema "Preconceito é falta de educação". A concentração será na Praça Genésio Miranda Lins, a partir das 15h, e o evento conta com apoio da prefeitura e terá 3 trios elétricos.  A parada começa no inicio da rota Gastronômica da cidade e avançan pela Avenida Ministro Victor Konder até chegar ao Mercado Público Municipal, onde está programado um show de enceramento em palco montado, com talentos locais e nacionais.



PSDB DF manda candidato de “kit macho” mudar linha homofóbica da campanha

Em resposta à polêmica criada pelo candidato a deputado federal Matheus Sathler, o diretório regional do Partido da Social Democracia Brasileira, do Distrito Federal, ordenou que o candidato cumpra o estatuto do PSDB e pare de se manifestar contra os homossexuais. Em nota oficial emitida na sexta-feira, o diretório do Distrito Federal do PSDB afirmou que o candidato nunca se manifestou internamente como homofóbico e que o estatuto do partido inclui respeito aos LGBTs.




Páginas