comunidade

Terceiro Encontrão LGBT de Curitiba já tem data marcada para Abril

No domingo do dia 30 de abril, a comunidade LGBT de Curitiba vai poder participar do 3º Encontrão LGBT - Bonde da Alegria, lá na Praça do Ciclista, na tradicional Rua São Francisco. O objetivo do evento é criar um espaço seguro de confraternização para a comunidade, com música, correio elegante, paquera, beijo na boca, bebida e muito close certo.
 
Depois do sucesso da primeira e da segunda edição do Bonde da Alegria, os organizadores decidiram correr para marcar a data de um novo encontro. Desta vez, algumas novidades vão agitar a festa, que vai das 14h às 17h.



O preconceito de LGTBs contra os próprios LGBTs em 10 exemplos

Falta de união, falta de representatividade para alguns segmentos e o preconceito interno na comunidade LGBT são alguns pontos que estão preocupando os movimentos gays, queers, bissexuais, transexuais, travestis e lésbicos. Mas como esse preconceito se manifesta dentro do movimento, no dia a dia, é bem fácil de entender. O conservadorismo da sociedade reflete na comunidade, enquanto ele deveria encontrar resistência e uma nova forma de pensar.



Jovens LGBTs expulsos de casa pelos pais contam com anjos para abrigá-los

Matheus - nome fictício - tinha 17 anos quando seu pai descobriu que ele era gay. O seu maior medo se tornou verdade. Motivado pelo machismo e homofobia, o pai de Matheus o espancou e expulsou de casa. Apesar da denúncia na delegacia, nada foi feito e Matheus precisou encontrar um abrigo que o acolhesse até arranjar um emprego e poder alugar um espaço para viver sozinho.
 
A história de Matheus aconteceu em Curitiba, em 2013. São linhas que se repetem todos os anos, com outros jovens em diversas cidades do país.



Novembro Azul: Como o câncer de próstata afeta homens gays de forma diferente

Novembro é o mês mundial ao combate do câncer de próstata, então resolvemos abordar o tema de forma direcionada aos nossos leitores. Primeiramente, temos que derrubar dois mitos, e vai uma boa notícia: Sexo anal não provoca câncer de próstata. Infelizmente, alguns homofóbicos chegam a propagar isso. Segundo: Sexo anal não previne o câncer de próstata, como querem acreditar algum.



Nessas eleições, vote em um candidato LGBT

Representatividade. É essa palavra que responde o porquê temos a obrigação de votar em um candidato LGBT para as eleições de prefeito e vereador em 2016. Diferentemente de um candidato que é apenas simpatizante, um que faz parte da comunidade entende nossas necessidades por já ter vivido elas. Além disso é um engajamento sincero, que não ser usado como moeda de troca para outras prioridades do candidato eleito.



Encontrão LGBT acontece este domingo atrás do MON

O Grupo Dignidade está promovendo um encontro para a integração da comunidade LGBT neste domingo, às 14h, no Parcão, no Museu Oscar Niemeyer. Em parceria com grupos de jovens engajados na causa, o evento promete ser uma lembrança em homenagem às vítimas do atentado de Orlando, além de um momento de confraternização e conversa sobre a LGBTfobia em Curitiba. 
 
Se você está pensando em como encontrar o grupo no meio de tantas pessoas que frequentam o museu nos finais de semana, a organização prometeu estender uma bandeira LGBT no gramado.



Casamento gay em resort de luxo encanta em Jurerê Internacional

Florianópolis parou para acompanhar o casamento elegante entre Thiago e Paulo, que aconteceu no II Campanário Villagio Resort, em Jurerê Internacional, em maio deste ano. Entre amigos e familiares, 100 convidados presenciaram esse momento de alegria e amor que inspirou muitos jovens da capital catarinense a se aceitarem e viverem seus amores. A decoração de bom gosto preparada pela decoradora Jan Ribeiro foi outro destaque.



Pare de dizer que ser gay não te define, porque define sim

Pare de se desculpar por ser gay. Pare de dizer frases que reduzem a homossexualidade a algo insignificante na vida de uma pessoa. Dizer “ser gay não me define”, ou que você não gosta de ser rotulado tem tanto seus pontos válidos, quanto seu lado negativo, principalmente pelo fato de que isso faz com que você coloque a homossexualidade em um patamar inferior a heterossexualidade. Mas como assim? Você já ouviu alguém dizer “ser hétero não me define” como uma forma de se desvincilhar de estereótipos?



HOMENAGEM Morre aos 41 anos a cantora Paula Bencini, ícone das baladas brasileiras

Quem conhecia a cantora Paula Bencini não está acreditando na sua morte, ocorrida na última sexta-feira, dia 1°, em Araras , interior de São Paulo. A cantora de 41 anos e mãe de três filhos – Pedro, 20, Isabela, 16, e Beatriz, de 15 anos – estava na casa do designer e sócio Dudu Volpi, e comemorava a chegada da primeira edição da revista Bloom, nova revista GLS que Paula iria lançar na esta semana no Rio de Janeiro, no aniversário de Monique Evans, quando teve um mal súbito. 



DJ Neh Hoffmann - A nova rainha das pistas do Sul: "Penso em transformar a noite de cada um ali em um momento mágico"

A gaúcha de Vacaria do Sul, Neh Hoffman, encanta com naturalidade. Seu carisma esconde por trás uma força que é possível conferir quando ela assume as pick-ups.  Após uma separação conturbada, aos 28 anos, ela deu uma reviravolta em sua vida, mudando para Santa Catarina e recomeçando do zero.  Foi por lá, em Balneário Camboriú, que ela se apaixonou pela música eletrônica e esta paixão a levou a estudar e querer se tornar uma DJ.



Grupo Dignidade faz 24 anos, realiza prêmio e lança novo site institucional

O Grupo Dignidade, ONG LGBTQ paranaense com foco em políticas públicas e cidadania, comemora 24 anos de luta nesse mês de Março. Para celebrar, eles lançaram um novo site, que você pode conferir aqui, dando cara nova à comunicação da instituição, e também organizaram o Prêmio Aliad@s da Cidadania LGBT, onde 24 pessoas e instituições serão homenageadas pelo trabalho em prol da comunidade no ano de 2015.



Rotaract Curitiba faz evento e debate sobre LGBTfobia, racismo e xenofobia

O Rotaract, programa destinado à juventude do clube Rotary, realizou o Big Parade, no último sábado, 05, na Praça Nossa Senhora de Salete. Com o tema “Diversidade: o Brasil inteiro cabe aqui.”, o evento levou a tarde inteira e trouxe, além de debates sobre problemas enfrentados pelas minorias, como racismo, machismo, preconceito e xenofobia, diversos show de bandas que celebram a diversidade humana em seus trabalhos.
 
Como apresentado pela organização, o objetivo foi “difundir ideias e ações que levem a compreensão sobre a diversidade do país”.



Transgrupo Marcela Prado realiza ato silencioso em cinema de Curitiba

Depois de ser proibido em alguns países do mundo, o filme A Garota Dinamarquesa, que conta a história da primeira transexual a passar pela cirurgia de readequação sexual, chegou ao Brasil. Diversos cinemas da capital paranaense se recusaram a colocar o filme no seu catálogo e, como relatou a OAB-PR, teve bilheteria que não quis vender ingresso para pessoas trans, alegando estarem esgotados os ingressos. Dessa forma, cerca de 50 transexuais foram assistir uma sessão do filme no Cinemark, do Shopping Mueller, reunidas pelo Transgrupo Marcela Prado e com entradas pagas por doações.



Candidato gay usa Tinder e Grindr para fazer campanha nos EUA

Como diria qualquer avó: “Essas pessoas não têm mais o que inventar, né?”. Pois sempre tem. As redes sociais, os aplicativos de relacionamento fazem parte dessa categoria, sempre foram a melhor forma para engajar com o seu público de seguidores. Quando se pensa em política, então, é a melhor forma de saber que suas propostas estão no caminho de atender suas demandas.



Grupo Dignidade comemora 24 anos de ativismo no Paraná

Quando um homem, principalmente se for homossexual, conta que tem 24 anos, pode esperar que em seguida vai vir alguma piadinha sobre esse ser o número do “viado” e uma série de risadinhas homofóbicas. Sabendo do estigma, o Grupo Dignidade, que completa essa idade em 2016, pretende se empoderar do número e fazer uma ação que prova o valor que a comunidade LGBTQ têm para a luta social. 



Desaquenda 1: Vicky Spanic abre a sua intimidade e conta tudo sobre sua vida drag

Esse é o primeiro texto da coluna Desaquenda, ou melhor, a primeira entrevista. O objetivo deste espaço é dar voz às drag queens curitibanas. A cada 15 dias, vocês conhecerão uma queen nova que carrega o legado de grandes artistas da capital paranaense. Mais do que ouvir suas histórias, queremos fazer um mapeamento sobre o talento performático na noite de Curitiba, provar que a cultura drag é, também, uma arte que merece ser apreciada. Para isso, convidamos a Vicky Spanic, que se apresenta com frequência na Side Caffé, para falar conosco.



Páginas