homofobia

Marco Feliciano escolhe relator para seu projeto de lei de plebiscito sobre o casamento gay

O presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minoria da Câmara, o deputado pastor Marco Feliciano (PSC – SP), nomeou o deputado Marcos Rogério (PDT-RO) como relator de um polêmico projeto de lei do próprio Marco Feliciano que quer que haja um plebiscito sobre o casamento gay no Brasil. Para o deputado, o tema é de interesse nacional e a população deve ser consultada. 



Vereadora evangélica contra o casamento gay diz: “O homem está sim acima da mulher”

Na última semana, uma vereadora do Recife, Pernambuco, Michelle Collins (PP) ao criticar a decisão do Conselho Nacional de Justiça que obrigou cartórios em todo o país a registrarem uniões civis do mesmo sexo, deu discurso polêmico e religioso na Câmara Municipal. “Defendo os princípios bíblicos e da civilização humana, porque desde que o Mundo é Mundo que o homem só pode procriar com mulher, e mulher com homem”, afirmou ela argumentando contra o casamento gay e argumentado os “valores da família tradicional”.



Parlamento russo aprova lei que pune menção da homossexualidade a menores

A frente do Parlamento russo se transformou na manhã desta terça-feira em um palco de guerra. Manifestante contra e a favor de uma lei que proíbe informações sobre homossexualidade para menores de idade criou polêmica no país, que registrou nas últimas semanas dois violentos assassinatos de homossexuais. A lei acabou passando no Parlamento russo com 434 votos a favor, nenhum contra e apenas uma abstenção.



Tênis: Protesto contra casamento gay marca final de Roland Garros

 O jogo final da masculina de Roland Garros, na França, entre os espanhóis Rafael Nadal e David Ferrer, no último Domingo, teve uma intervenção de um grupo de homens mascarados em sem camisa contra o casamento gay aprovado em Abril no país. Trazendo uma faixa pedindo a saída do presidente François Hollande e sinalizadores de fumaça, um dos homens ainda tentou invadir a quadra Philippe Chatrier, onde ocorria o jogo mais importante do Grand Slam.



A homofobia matou Jesus? Morre gay espancado em festa GLS no Rio de Janeiro

Mais uma notícia de violência a um LGBT chocou o país nesta terça-feira. A vez agora é do Rio de Janeiro.  Morreu às 15h desta terça-feira, o rapaz espancado na boate de Jacarepaguá. As informações são da Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro. Segundo informações de parentes, a vítima, Luiz Antônio Jesus, de 49 anos, estava na boate Queen, zona oeste do Rio, quando foi encontrado desacordado dentro do banheiro. 



Professor da UFMS pede desculpas após ofender homossexuais no Facebook

O professor substituto e mestrando Kleber Krueger, 24 anos, da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) pediu desculpas nesta segunda-feira em entrevista ao site “G1. O professor havia feito uma postagem em sua página pessoal do Facebook de conteúdo ofensivo a estudantes homossexuais. Kleber havia comentado o fato de algumas pichações aparecerem na instituição defendendo gays. Na ocasião ele pediu o fim o “curso de gente colorida”.



Casal hétero denuncia homofobia em tradicional restaurante da Avenida do Batel em Curitiba

Homofobia não incomoda apenas os gays. Em um ato de cidadania impressionante, um casal hétero de Curitiba denunciou a homofobia gritante que presenciou no tradicional restaurante A Pamphylia, na Avenida do Batel. Por curiosidade, Pamphylia, em grego, significa: “terra de todas as tribos”. Pelo jeito não é o que acontece neste restaurante italiano famoso por suas sopas.



Santos: Rapaz alega que foi impedido de doar sangue por ser gay

Bruno Guedes, de 30 anos, foi impedido de doar sangue na última quarta-feira por conta de ser homossexual. Segundo informações do site “G1”, o rapaz está acostumado a doar sangue e, segundo ele, sempre responde o questionário obrigatório com sinceridade. Quando lhe perguntam se é homossexual, se tem uma relação estável e se mantém relação com outro homem num período de 12 meses, ele responde sim.



EUA: Movimento quer liberdade de lésbica de 18 anos presa por namorar menor de 15 anos na Flórida

Kaitlyn Hunt, da Flórida, EUA, está presa desde Fevereiro e sua família luta por sua liberdade. Ela foi enquadrada em uma lei estadual que não permite envolvimento sexual com menores entre 12 e 16 anos de idade . A lei que condena a "agressão lasciva e indecente de criança de 12 a 16 anos" vale para todos mas o estado não possui nenhum registro de rapazes presos por namorar meninas menores. Sua família diz que a lei está sendo aplicada por homofobia da família da outra moça, que denunciou o relacionamento que havia começado quando Kaitlyn também era menor de idade.



Juiz de Paz no Pará diz que pediu afastamento para não celebrar casamento gay

Segundo informações do site "G1", o juiz de paz José Gregório, de 75 anos, há sete anos está no cargo como voluntário do Cartório Único Oficio de Redenção, cidade no sudeste do Pará, pediu afastamento do cargo. Gregório é pastor da Assembleia de Deus da cidade há mais de 40 anos e é contra a realização do casamento civil entre pessoas do mesmo sexo. Ele alega que fere os seus princípios realizar tal cerimônia “Deus não admite isso. Ele acabou com Sodoma por causa desse tipo de comportamento”, declarou José Gregório. “Acho essa decisão horrível.



Curitiba: Vereadores evangélicos deixam sessão de debate sobre homofobia

Nesta segunda-feira, a Câmara Municipal de Curitiba recebeu militantes do movimento LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transgêneros) para uma sessão de plenário aberto, no qual os convidados poderiam falar aos vereadores sobre o tema. Porém, antes do início da sessão, nove dos 11 vereadores da chamada bancada evangélica da Câmara (que tem ao total 38 representantes), abandonaram o plenário por conta da interrupção da sessão ordinária que concederia Título de Cidadão Honorário ao Pastor Marcelo Bigardi.



Confusão e pancadaria em ato contra a homofobia na Georgia

No Dia Internacional de Combate à Homofobia, nem tudo são flores. Um grupo de ativistas e simpatizantes a causa LGBT se preparava para fazer uma marcha contra a homofobia, o que seria a primeira parada do orgulho gay na Geórgia, ao leste da Europa, quando milhares de manifestantes contrários à causa começaram a confusão, investindo contra centenas de policiais da força especial e alguns poucos manifestantes que ousaram participar da manifestação. 



Homem chamado de “veado” no trabalho receberá indenização de R$5 mil em Belo Horizonte

Um supermercado da cidade de Sabará (MG), na Região Metropolitana de Belo Horizonte, terá de indenizar seu funcionário em R$5 mil reais por conta de acusações de homofobia e discriminação dentro de seu estabelecimento. O funcionário que não teve seu nome revelado por conta de se tratar de um "crime de honra" era diariamente discriminado por seu gerente e subgerente que além de proferirem palavras de baixo calão para o funcionário ainda o tratavam de forma diferente dos demais funcionários do supermercado. 



Rapaz bissexual de Cascavel é vítima de duas agressões por conta de sua orientação sexual

Mais uma vítima de violência por conta de sua orientação sexual. A agressão desta vez ocorreu em Cascavel, no Paraná. Maisson Dyeimes Portes, de 19 anos, foi vítima de dois ataques, segundo ele. O primeiro ocorreu no dia 13 de Abril, dentro do Terminal Urbano Leste, quando um jovem desconhecido se aproximou dele e começou a xingá-lo gratuitamente. Em entrevista ao site “G1” Maisson disse não ter dado motivos. “Ele atirou um copo na lotação (ônibus) e quebrou o vidro”, contou. 



Páginas