homofobia

Totalmente Demais - Max revela sua orientação sexual para os pais racistas e homofóbicos

O personagem Max (Pablo Sanábio), da novela “Totalmente Demais”, transmitida no horário das 19h na Globo, está bombando com suas tiradas engraçadas e sua história emocionante. Homossexual, o assistente de Arthur (Fábio Assunsão) vive no Rio de Janeiro, onde já sofreu uma agressão homofóbica na saída de uma festa, graças a ajuda dos amigos, deu queixa do caso na polícia.



Homem que jogou água escaldante em casal gay pode ser enquadrado na lei federal de crimes de ódio

Um caso brutal de homofobia chocou os Estados Unidos. Martin Luther Blackwell, 48, jogou água fervendo no filho da sua namorada e no namorado do enteado. Segundo Blackwell, o motivo foi ele não tolerar que dois homens durmam na mesma cama juntos. O crime aconteceu no estado da Geórgia, nos Estados Unidos, onde não há leis anti-homofobia e nem que penalizem crimes de ódio.



O Boticário, Janot e Edir Macedo entre os premiados no Oscar Gay 2016 do GGB

 
Sempre após a premiação do Oscar, dedicado aos artistas de cinema dos Estados Unidos, o Grupo Gay da Bahia realiza o Oscar Gay, com o intuito de apontar pessoas e instituições que dão apoio aos direitos dos homossexuais e dos seres humanos de forma geral. A premiação acontece há 25 anos e distribuiu o Troféu Triângulo Rosa, em referência ao símbolo usado pelo nazismo, para 37 personalidades e empresas em 2016, entre eles a empresa o Boticário, o ator Bruno Gagliasso e o polêmico bispo Edir Macedo.



100 frases homofóbicas de Jair Bolsonaro

“Eles me acusam de homofobia, que eu sou homofóbico. Você já ouviu, em algum lugar, eu falar que homossexual tem que morrer? Tem que dar porrada? Eu nunca ouvi falar isso em lugar nenhum”, declarou Bolsonaro em entrevista ao Portal Terra em 2013. Bem, resolvemos selecionar algumas declarações... (E todas muito bem documentadas)
 
Jair Bolsonaro é um político brasileiro filiado ao Partido Social Cristão, que cumpre seu sexto mandato na Câmara dos Deputados e é pré-candidato à Presidência da República.



Mapa da ONU acompanha a história da descriminalização da homossexualidade no mundo

A ONU, Organização das Nações Unidas, lançou esta semana o mapa “A história do direito de amar”. De forma interativa, o mapa mundi funciona como uma linha do tempo, onde você pode selecionar o ano e ver em quais países a homossexualidade era considerado crime. O Brasil, no mapa, aparece como um dos primeiros países a descriminalizar a orientação sexual “desviante”, entre 1830 e 1840, mas sabemos que a história não é bem essa. 
 
Brasil



Gay discreto de 32 anos é encontrado morto, nu e amarrado em parque de Florianópolis

Na madrugada deste sábado, o ex comissário de bordo e músico Alexandre Santiago, 32, foi encontrado morto, sem roupas e com os pés amarrados no Parque Náutico Walter Lange, em Florianópolis. Região atrás da Rodoviária da cidade, onde passa a continuação da ciclovia Beira-Mar Norte, conhecido ponto de uso de crack, prostituição e pegação da cidade. Apedrejado e quase irreconhecível, a polícia chegou a afirmar que ele seria um morador de rua e havia sido um desentendimento entre desabrigados.



Pai espanca filho depois que ele revela ser gay em São Paulo

Ninguém espera ser espancado pelo pai aos 17 anos, mas um jovem de São Paulo, que vive no bairro do Grajaú, sentiu na pele as dores da agressão que resultou da homofobia. Ao contar para o pai sobre sua orientação sexual, teve a violência como resposta: foram chutes, socos, chibatadas com alça da bolsa em brasa e tentativa de enforcamento. Tudo piorou quando o seu pai pediu que a madrasta buscasse uma faca. “Eu sabia que ele ia me matar.”
 
Tudo começou quando o jovem voltou para casa, na última sexta-feira, 26, do terreiro umbandista.



Sesc Rio é condenado em segunda instância a pagar dano moral após assédio moral e homofobia

A juíza Flávia Alves Mendonça, da 57ª Vara Trabalhista, já havia condenado a instituição privada sem fins lucrativos Serviço Social do Comércio do Rio de Janeiro, Sesc Rio, que é mantida por verba prevista em lei, por assédio moral e homofobia no trabalho sofrido por um auxiliar administrativo. A sentença diz respeito ao caso que envolveu o funcionário Jerry Correia Lavinas, que relatou ter sofrido preconceito da sua gerente, que tinha o hábito de humilhar profissionais que não correspondiam com suas expectativas.



Jornal australiano pede desculpas quase 40 anos depois por capa homofóbica

O Editor Chefe do The Sydney Morning Herald, Darren Goodsir, escreveu um pedidos de desculpas oficial à comunidade LGBT por conta de uma capa homofóbica do jornal, 40 anos atrás, sobre a 1ª Parada do Orgulho da cidade australiana, em 1978. Na época, cerca de 500 pessoas saíram às ruas para protestar contra as leis anti gays do país e, mesmo com autorização da prefeitura, os policiais prenderam 53 manifestantes. Há relatos de violência e abuso policial na prisão arbitrária.



Páginas