saúde

Aquele abismo secreto que habita em todos nós

Há uma frase do pensador alemão Friedrich Nietzsche que diz: “Quando você olha para dentro do abismo, ele olha para dentro de você”. Talvez por isso, ocupamos boa parte do nosso tempo nos cercando de certezas e esperanças, e pouco olhamos para o nosso lado obscuro, aquele lugar cheio de dúvidas paralisantes. Ocupamos o tempo e a cabeça evitando olhar para o interior profundo, traumas, ou discutir as nossas questões existenciais.



Novembro Azul: Como o câncer de próstata afeta homens gays de forma diferente

Novembro é o mês mundial ao combate do câncer de próstata, então resolvemos abordar o tema de forma direcionada aos nossos leitores. Primeiramente, temos que derrubar dois mitos, e vai uma boa notícia: Sexo anal não provoca câncer de próstata. Infelizmente, alguns homofóbicos chegam a propagar isso. Segundo: Sexo anal não previne o câncer de próstata, como querem acreditar algum.



Sociopatas: Os adoráveis psicopatas sociais soltos por aí

Sabe aquele carinha que você ficou na balada e finge que não te conhece no dia seguinte? Sabe aquele ex namorado que te traiu várias vezes e mentia para você sempre? Sabe aquele amigo que você descobriu ser um falso e que te manipulava? O cara que passa doenças de propósito ou ainda aquele amigo promíscuo que se faz de santo e curte um sexo selvagem no banheirão? Todos estes podem ter algo em comum, eles podem ser psicopatas sociais. Um a cada 25 homens, nos EUA, segundo a autora Dra.



Brasil será o sétimo país do mundo a oferecer vacina contra HPV para meninos

Uma reivindicação antiga do movimento LGBT foi atendida pela primeira vez. O Brasil será o primeiro país da América do Sul e o sétimo do mundo a oferecer a vacina contra o Papiloma Virús Humano (HPV) para meninos em programas nacionais de imunizações. O vírus, responsável pelo surgimento de pequenas verrugas e pelos altos índices de câncer de colo de útero em meninas, é fortemente detectado também na população homossexual, onde pode causar câncer do reto. 




Foz do Iguaçu recebe o projeto modelo A Hora é Agora de testagem para o HIV

O projeto A Hora é Agora - Testar nos Deixa mais Fortes alterou as datas de atendimento do trailer de testagem na cidade de Foz de Iguaçu. O projeto, que tem por objetivo fazer o teste do HIV para identificar e ajudar portadores do vírus, está atendendo a população da fronteira do estado nas quintas e sextas-feiras na Praça do Mitre, das 18h às 22h. A mudança visa atender as demandas da população jovem gay.
 
O projeto foi lançado no dia 5 de agosto na cidade de Foz.



Truvada, a esperança possível contra o HIV

Pesquisadores do Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos afirmam que se homens gays e bissexuais que se enquadram em três categorias específicas tomarem o PrEP - Profilaxia pré exposição, o número de novas infecções pelo vírus do HIV pode cair para um terço do atual.



Masturbação, frutas e chegar ao orgasmo fazem bem para a saúde

Ter uma vida sexual ativa e satisfatória e investir em uma boa alimentação, segundo pesquisas recentes, são os segredos para uma vida saudável e duradoura. Chegar ao orgasmo e se masturbar pode ajudar a evitar o câncer de próstata, doenças no coração e um sono melhor. Enquanto a alimentação saudável atua contra a disfunção erétil no homem. 
 
Um dos maiores tabus sobre a masturbação está no fato de causar algum problema de disfunção erétil ou câncer de próstata.



Masturbação faz bem à saúde diz pesquisa

Um estudo publicado na revista European Urology este mês sugere que homens que tem o hábito de se masturbar tem bem menos chances de desenvolver câncer de próstata. A pesquisa realizada com mais de 30 mil homens por quase 20 anos aponta que aqueles que se masturbaram mais vezes tiveram menos relatos de incidência do câncer de próstata.



Vírus HIV resiste ao PREP e causa alerta sobre protocolo

Um caso raro chamou a atenção de pesquisadores sobre o vírus HIV. Um canadense de 43 anos foi infectado com o vírus mesmo fazendo o tratamento de profilaxia, o PREP. O método, chamado de profilaxia pré-exposição, consiste no consumo diário de medicamentos retrovirais para evitar a infecção de pessoas que ainda não são portadoras do vírus. Cientistas da Conferência de Retrovírus e Infecções Oportunistas afirmam que a prática protege em mais de 99% dos casos e que este é raro.



14 mil pessoas vivem com o HIV em Curitiba, aproximadamente 4 mil são bissexuais ou homossexuais

A Aids ainda é uma das principais doenças do mundo por conta da grande infecção e pesquisas pela cura. Estima-se que, em 2014, cerca de 734 mil pessoas portavam o vírus do HIV, o que representa um crescimento de 11% entre 2005 e 2013 segundo a UNAIDIS - Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/Aids. Em Curitiba, os números sempre revelaram que as políticas públicas implantadas pelo Estado trouxeram resultado e controlaram a epidemia. A Revista Lado A teve acesso aos dados do Boletim Epidemiológico HIV/Aids de Curitiba do ano de 2015.



Deu positivo, e agora? Dicas para quem acabou de descobrir ser soropositivo

Os médicos relatam que um dos principais problemas, que afetam o progresso de doenças, é o medo que as pessoas têm em fazer certos exames, o que não permite um diagnóstico precoce. O medo é de eles atestarem positivo, como é para o caso do HIV, das hepatites, entre outros. O estigma que existe em cima desses diagnósticos ocasiona, justamente, a falta de busca de informações sobre como proceder caso você descubra que é soropositivo, por exemplo.



Páginas