Arquivo

Novela de Aguinaldo Silva terá serial killer gay apaixonado por personagem de Cauã Reymond

Redação Lado A 10 de Janeiro, 2018 22h01m

COMPARTILHAR

TAGS


Autor de tramas de sucesso como “Senhora do Destino” e “Fina Estampa”, Aguinaldo Silva sempre coloca um personagem LGBT em suas histórias. Em sua nova novela, “O Sétimo Guardião”, o escritor promete causar ruído com um personagem serial killer homossexual. 

A novela está prevista para estrear em novembro de 2018, no horário das 21 horas. O ator Marco Pigossi, que  já viveu um homossexual em “Caras e Bocas”, em 2009, está escalado para o papel de serial killer gay em “O Sétimo Guardião”. 
Na trama, Daniel, personagem de Marco pigossi, será um indivíduo frio e sem escrúpulos, que seduz outros homens para matá-los cruelmente após o ato sexual, em uma pequena cidade do interior de Minas Gerais. Apaixonado por Adriano, o mocinho da trama e personagem de Cauâ Reymond, o assassino perseguirá seu amado na tentativa de seduzi-lo. Adriano não será morto pelo serial killer pois despertará no assassino uma enorme admiração. 
 
“É o auxiliar da vilã, um perfumista que fabrica essências. E ele é um gay do mal. Isso provoca polêmica”, contou o autor Aguinaldo Silva sobre o personagem. Para o escritor, o público gay não gosta quando alguma trama apresenta um homossexual de má índole, pois acreditam que esta é uma forma preconceituosa de representar os homossexuais na televisão. “Não gostam de ser tratados de forma preconceituosa, mas o são. Acham que todo gay tem que ser do bem, e não é assim. Antes do gênero, são pessoas, que podem ser boas, más… Tem que romper com essas coisas”, disse Aguinaldo.
 
 
Redação Lado A

SOBRE O AUTOR

Redação Lado A

A Revista Lado A é a mais antiga revista impressa voltada ao público LGBT do Brasil, foi fundada em Curitiba, em 2005, pelo jornalista Allan Johan e venceu diversos prêmios. Curta nossa página no Facebook: http://www.fb.com/revistaladoa

Banner Marcação 1000x220

COMPARTILHAR

TAGS


COMENTÁRIOS