Arquivo

Príncipe abre seu palácio para acolher a população LGBT perseguida na Índia

Redação Lado A 12 de Janeiro, 2018 13h23m

COMPARTILHAR

TAGS


Expulso de casa em 2008, quando assumiu sua homossexualidade, o príncipe Manvendra Singh Gohil conhece bem o peso da rejeição. O nobre indiano de 52 anos decidiu abrir as portas de seu palácio para acolher todos aqueles que, como ele, são expulsos de casa ou sofrem perseguição por serem homossexuais. 
 
Gohil abrirá um centro especializado no atendimento de homossexuais dentro de seu palácio. Serão disponibilizados locais para dormir, cursos profissionalizantes, educação para a prevenção e tratamento do HIV além de outros serviços de saúde. O príncipe reconhece a intolerância social e por esse motivo resolveu usar sua influência e capacidade financeira para ajudar. 
“As pessoas ainda enfrentam muita pressão de suas famílias quando saem, são obrigadas a se casar ou a serem expulsas de suas casas. Eles geralmente não tem para onde ir, nenhum meio para se sustentar “, disse o príncipe. Manvendra é o único príncipe abertamente gay da índia, onde as relações homoafetivas são consideradas ilegais e passíveis de punições severas. 
Manvendra disse que não terá filhos, e também por esse motivo vai ceder o espaço de seu palácio para a causa LGBT. Antes dessa decisão, o príncipe já comandava outros projetos sociais voltados ao público LGBT, que começou antes de sua expulsão pela família. O herdeiro do trono de Rajpipla, hoje Estado de Gurajat, instituiu em 2000 a Lakshya Trust, organização especializada em prevenção do HIV.  
O príncipe já visitou o Brasil em 2009. No dia 14 de maio, Gohil participou da Parada LGBT de São Paulo, evento no qual admirou a multidão em volta do trio elétrico. Tímido, vestido com roupas indianas e com o brilho de suas jóias ao sol, o príncipe acenou para o público sendo muito bem recebido. 

 

 
Redação Lado A

SOBRE O AUTOR

Redação Lado A

A Revista Lado A é a mais antiga revista impressa voltada ao público LGBT do Brasil, foi fundada em Curitiba, em 2005, pelo jornalista Allan Johan e venceu diversos prêmios. Curta nossa página no Facebook: http://www.fb.com/revistaladoa

Banner Marcação 1000x220

COMPARTILHAR

TAGS


COMENTÁRIOS