Congresso americano pede revisão de apoio dos EUA ao governo Bolsonaro

Redação Lado A 10 de Janeiro, 2019 15h44m

COMPARTILHAR

TAGS


Alguns parlamentares democratas dos EUA estão apreensivos quanto a aproximação do país com o Brasil, liderado por Jair Bolsonaro (PSL). Em carta publicada nesta quarta-feira, 9 de janeiro, o Congresso americano pediu para que seja revista a possibilidade qualquer parceria com o Brasil. Uma das situações citadas pelos parlamentares versa sobre as constantes declarações preconceituosas de Bolsonaro.

Na carta, os deputados citam as ações de Bolsonaro contra as minorias. Falas do presidente em anos anteriores também foram usadas como argumento. Em 2013, Bolsonaro disse é homofóbico com orgulho. Além disso, declarações racistas também desagradaram os parlamentares americanos.

A carta endereçada ao Secretário de Estado Mike Pompeu cita ainda as mudanças no governo que retiram direitos. Um exemplo é a migração da responsabilidade sobre as terras indígenas do Ministério da Justiça para o da Agricultura. Os deputados observaram que essa mudança afeta diretamente o direito de indígenas, uma vez que o agronegócio explora suas terras e age com violência.

Com relação à comunidade LGBT, os deputados também recordaram que, no início do mandato, o novo Ministério da Família, Mulher e Direitos Humanos não mais citou os LGBT. A situação foi contornada posteriormente após uma série de críticas. Contudo, a negligência na proteção dessa comunidade chamou a atenção dos parlamentares americanos.

Por fim, os deputados reiteraram que desejam manter relações com o Brasil, da mesma forma que com outros países da America Latina. Mas essas relações, segundo a carta, devem acontecer de forma a garantir os Direitos Humanos. Por isso, os parlamentares pedem que Jair Bolsonaro reafirme seu compromisso sobre o assunto para continuar a se relacionar com os EUA.

Pompeo

Jair Bolsonaro se reuniu em Brasília com o Secretário de Estado Michael Richard Pompeu. O deputado elogiou Bolsonaro e por isso foi criticado pelos outros deputados. O presidente do Brasil é admirador de Donald Trump, que lidera os EUA, e se comprometeu em garantir parcerias econômicas. Além disso, Bolsonaro teria dito que pretende se unir aos EUA para lutar contra regimes da Venezuela e Cuba.

Jair Bolsonaro ainda cogitou instalar uma base militar americana no Brasil. A declaração gerou polêmica e muitas críticas, já que Bolsonaro sempre se declarou patriota. Por isso, diante das inúmeras manifestações inclusive entre militares, o presidente voltou atrás.

Essa não é a primeira vez que deputados americanos opinam sobre Bolsonaro. Durante as eleições, os parlamentares consideraram que o presidente incita a violência contra as minorias, política, Direitos Humanos e democracia.

 

 

Redação Lado A

SOBRE O AUTOR

Redação Lado A

A Revista Lado A é a mais antiga revista impressa voltada ao público LGBT do Brasil, foi fundada em Curitiba, em 2005, pelo jornalista Allan Johan e venceu diversos prêmios. Curta nossa página no Facebook: http://www.fb.com/revistaladoa

Banner Marcação 1000x220

COMPARTILHAR

TAGS


COMENTÁRIOS