Cinco perguntas frequentes sobre os Direitos LGBTs

Até mesmo quem faz parte da comunidade LGBT tem dificuldade em acompanhar alguns conceitos e novidades sobre Direitos. Por isso, hoje vamos responder algumas das principais perguntas de quem entra em contato com esses discursos. Confira:
 
- O que a sigla LGBT representa?
A sigla é uma forma de dar representatividade para todas as identidades que fazem parte da comunidade de minorias sexuais e de gênero. O L representa as lésbicas, o G representa os gays, o b, os bissexuais e o T representa os transgêneros, que são todas as pessoas que discordam das normas do binarismo de gênero.
 
- Qual a diferença entre orientação sexual e identidade de gênero?
A identidade de gênero diz respeito a forma que você se identifica dentro dos conceitos discutidos de gênero, ou seja, homem, mulher, gênero fluído, transgênero. Já a orientação sexual diz respeito a quem você se atrai sexualmente e afetivamente. Se você se atrai por alguém de um gênero que não é o mesmo que o seu, então, você é heterossexuai. Agora, se você se atrai por alguém que é do mesmo gênero que o seu, você é homossexual. Você pode ser, ainda, bissexual e se sentir atraído tanto por homem, quanto por mulheres. Há, ainda, os pansexuais, que se atraem além das normas de gênero. 

- O que é Direitos Humanos?
Segundo a ONU, Direitos Humanos está ligado ao direito que deve ser concedido ao ser humano inerente a sua posição social. Ou seja, é o direito adquirido pelo simples fato de ele ser um ser humano, independente da raça, cor, religião, etnia, orientação sexual e identidade de gênero ou qualquer outra condição. Os Direitos Humanos incluem o direito à vida e a liberdade, assim como a liberdade de expressão, direito a trabalho e educação dignas. As diretrizes dos Direitos Humanos Internacionais estabelecem a forma que os governos devem agir a fim de proteger os direitos e liberdades individuais de grupos sociais. 
 
- O direito internacional dos direitos humanos se aplica às pessoas LGBT? 
Apesar de o Estado brasileiro não se atentar mais a esses direitos. É dever e obrigação legal do Estado, estabelecido pelos direitos internacionais, proporcionar um espaço livre de preconceito e sem discriminação com base na orientação sexual ou identidade de gênero das pessoas. Dessa forma, as duas condições são colocadas no mesmo patamar que raça, sexo, cor ou religião. 
 
- Religião, cultura ou tradição pode justificar qualquer discriminação contra os LGBTs?
Com toda certeza que não. A norma principal dos direitos humanos universais diz: todos os seres humanos gozam dos mesmos direitos, não importa quem são ou onde vivem. Por mais importantes que esses elementos sejam para a construção da identidade de uma nação, é dever legal de qualquer Estado promover boas condições de vida para todos os seres humanos. 

Categoria: 

Tags: 




Comentar

Conteúdo relacionado