Arquivo importado

60% dos estudantes LGBT brasileiros não se sentem seguros nas escolas

Redação Lado A 09 de Dezembro, 2017 21h24m

COMPARTILHAR

TAGS


A Aliança Nacional LGBTI, o Grupo Dignidade e outras instituições de apoio LGBT lançaram uma plataforma online sigilosa onde é possível fazer denúncias de discriminações sofridas nos estabelecimentos de ensino brasileiros. A iniciativa é resposta a uma pesquisa realizada no Brasil, entre os anos de 2015 e 2016, cujos dados apontam que 73% dos estudantes LGBTI já sofreram agressões verbais; 36% já foram agredidos fisicamente e 60% não sentem que a escola é segura para os LGBTI.
Mesmo com várias pesquisas com dados sempre apontando para a incidência de violência contra os LGBTI nas escolas, movimentos contra a chamada “ideologia de gênero” são um empecilho para ações que melhorem os espaços escolares. Conservadores constituem um grande obstáculo no avanço de ideias e discussões para tornar a escola um espaço acolhedor e cessar a constante evasão escolar da população LGBTI, principalmente de pessoas trans que enfrentam problemas desde o uso do banheiro até o nome social. 
 
Caso tenha passado ou conheça alguém que enfrentou situação de violência nas instiutições de ensino, é possível realizar a denúncia de forma sigilosa e anônima através da internet. Basta acessa o link http://www.grupodignidade.org.br/projetos/acao-na-educacao e preencher o formulário. Todos os dados serão mantidos de forma confidencial e as denúncias analisadas poderão obter respaldo para uma ação jurídica. 
 
 
Redação Lado A

SOBRE O AUTOR

Redação Lado A

A Revista Lado A é a mais antiga revista impressa voltada ao público LGBT do Brasil, foi fundada em Curitiba, em 2005, pelo jornalista Allan Johan e venceu diversos prêmios. Curta nossa página no Facebook: http://www.fb.com/revistaladoa

Banner Marcação 1000x220

COMPARTILHAR

TAGS


COMENTÁRIOS