Sindijor promove mesa sobre jornalismo e visibilidade lésbica

Redação Lado A 28 de Agosto, 2018 11h54m

No dia 28 de agosto o Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná (Sindijor-PR) promoverá um debate sobre jornalismo e visibilidade lésbica. O encontro será na sede do sindicato, localizado no Centro de Curitiba. Intitulado “Como Quebrar Barreiras Sendo Jornalista Lésbica”, o evento promoverá discussões sobre a atuação profissional dessas mulheres.

O debate contará com a presença e mediação da diretora de relações institucionais da Sindijor, Waleiska Fernandes. Além disso, outras jornalistas paranaenses e estudantes de jornalismo também contribuirão para a conversa. Waleiska é jornalista há 19 anos e defensora dos direitos humanos. A profissional que é natural de Belém do Pará e está há dois anos na capital paranaense, também é militante feminista. Em sua cidade natal trabalhou como repórter de TV e diretora de Comunicação Institucional do Governo do Estado. Já atuou também em Brasília e São Paulo, onde fez parte da Assembleia Legislativa de São Paulo, Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Estará presente no debate a estudante de jornalismo Patricia Zeni. Cursando Jornalismo na Uninter desde 2016, quando tinha 17 anos, Zeni já tem experiência na área. Desde o ano de 2014, Patricia escreve para os sites Redação em Campo e Planeta Futebol Feminino. Além disso, a estudante é estagiária do portal Massa News.

A fotógrafa e fotojornalista Giorgia Prates, natural de São Paulo, também contribuirá para o debate. A profissional é formada em jornalismo pela Universidade Tuiuti do Paraná e atualmente cursa pedagogia na UFPR. Possui experiência em movimentos sociais como fotógrafa e jornalista. Prates é idealizadora do movimento Coletivo Pedagogia, militante da Frente Feminista e do Movimento Negro e da Nación Pachamama.

A jornalista parananense Letícia Paris também participará do evento. A profissional possui MBA em Produção e Gestão de Rádio e TV. Além disso, Letícia atua como apresentadora do G1 em 1 Minuto Paraná e é repórter do G1 Paraná. Já trabalhou como produtora de jornalismo, repórter da TV Evangelizar e foi jornalista da Associação das Emissoras de Rádio do Paraná (Aerp). Letícia ainda foi vencedora do Prêmio Dom Helder Câmara de Imprensa da CNBB na categoria impresso.

Local e horário

O evento “Como Quebrar Barreiras Sendo Jornalista Lésbica” acontecerá no dia 28 de agosto, das 19 ás 22 horas. O local do debate é na sede do  Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná (Sindijor-PR), localizado na Rua José Loureiro, 211, Centro de Curitiba.

Redação Lado A

SOBRE O AUTOR

Redação Lado A

A Revista Lado A é a mais antiga revista impressa voltada ao público LGBT do Brasil, foi fundada em Curitiba, em 2005, pelo jornalista Allan Johan e venceu diversos prêmios. Curta nossa página no Facebook: http://www.fb.com/revistaladoa

Banner Marcação 1000x220

COMENTÁRIOS