Filme sobre “cura gay” tem estreia cancelada no Brasil e levanta suspeitas de censura

Redação Lado A 05 de Fevereiro, 2019 09h51m

COMPARTILHAR

TAGS


O filme “Boy Erased – Uma Verdade anulada” teve sua estreia cancelada no Brasil. Conforme anunciou a Universal Pictures pelo Twitter, o filme que seria lançado em 31 de janeiro não será mais veiculado no país. A distribuidora de filmes, no entanto, inicialmente não chegou a divulgar o motivo do cancelamento.

O longa aborda o tema da terapia de reversão sexual, comumente chamada de “cura gay” no Brasil. Por esse motivo, a internet começou a comentar que o cancelamento da estreia de “Boy Erased” se travava de censura.

A suspeita sobre a censura se intensificou depois que um ator conhecido por atuar em Glee comentou o assunto. Através das redes sociais, o ator Kevin McHale disse que o cancelamento é uma censura e citou o atual presidente LGBTfóbico Jair Bolsonaro (PSL).

“Meus caros brasileiros, o filme Boy Erased foi banido no Brasil. Seu presidente está censurando conteúdo LGBT+. Banir um filme sobre os perigos da terapia de conversão é perigoso! Bolsonaro é uma ameaça às vidas LGBTQ+. Eu te amo, Brasil, e vou lutar com vocês.”, postou o ator.

“Boy Erased” é baseado em um livro cujo autor também acredita em censura. Garrard Conley chegou a publicar no Twitter sobre o assunto mas logo apagou a postagem.

Mercado

Apesar das acusações de censura, os responsáveis pela produção disseram que o filme foi cancelado por uma questão de mercado. Em meio à polêmica, a Universal Pictures publicou um outro comunicado em que dizia que o custo de campanha e lançamento do longa não seria compensado pela expectativa da bilheteria.

Essa conclusão se baseia no desempenho do filme nos EUA. De acordo com o site Box Office Mojo, “Boy Erased” esteve na 25ª posição no ranking de sucessos de bilheteria. Após um período de algumas semanas, o filme foi para a 12ª posição. Apesar do avanço, o filme foi considerado um fracasso de bilheteria e ficou dois meses em cartaz nos EUA.

Sobre a censura no Brasil pelo governo, até o presidente Jair Bolnaro (PSL) se manifestou. Bolsonaro rebateu o tweet do ator Kevin McHale e negou que tenha censurado o filme. “Mentira! Tenho mais o que fazer.”, disse.

Por outro lado, o consultor de “Boy Erased”, Mathew Shurka,  reafirmou a teoria de que o longa esteja sofrendo censura. Shurka acredita que outros filmes LGBT+ foram cancelados no Brasil devido ao novo governo.

História

Boy Erased é um filme baseado em fatos reais que conta a história de um jovem gay filho de pastor. O rapaz tem 19 anos e mora em uma cidade conservadora onde o pai conduz os cultos da Igreja Batista.

Baseado em fatos reais, o filme conta a história de um jovem de 19 anos que é gay, filho de um pastor da igreja batista e que mora em uma cidade conservadora dos Estados Unidos. A família não o aceita sua homossexualidade e propõe que o filho entre em um programa de terapia para buscar sua “cura”.

Em meio ao drama, o jovem precisa se decidir entre viver a sua sexualidade e confrontar a família ou se submeter à “cura” da homossexualidade. O filme é baseado no livro de Garrard Conley, lançado em  2016. Além disso, a obra conta a história do próprio autor que durante a infância foi submetido à terapias de reversão sexual.

Redação Lado A

SOBRE O AUTOR

Redação Lado A

A Revista Lado A é a mais antiga revista impressa voltada ao público LGBT do Brasil, foi fundada em Curitiba, em 2005, pelo jornalista Allan Johan e venceu diversos prêmios. Curta nossa página no Facebook: http://www.fb.com/revistaladoa

Banner Marcação 1000x220

COMPARTILHAR

TAGS


COMENTÁRIOS