Paulo Gustavo veta cena de beijo gay em novo filme e recebe críticas na internet

Redação Lado A 13 de Setembro, 2019 10h31m

COMPARTILHAR

TAGS


O ator Paulo Gustavo ganhou fama no Youtube e depois se destacou no cinema com o lançamento do filme Minha Mãe é uma Peça. Agora, o ator está finalizando as gravações do terceiro filme de mesmo título mas causou polêmica entre fãs e seguidores após ser acusado de censurar um beijo gay no longa. “A gente sabe que o Brasil tem questões (sobre beijo gay) ainda”, afirmou Paulo Gustavo.

O beijo aconteceria no casamento entre os personagens Juliano e Thiago. De acordo com Rodrigo Pandolfo, intérprete de Juliano, Paulo Gustavo disse que não há necessidade de encenar um beijo gay. O autor do filme teria justificado ainda que já existe uma cena gay que é o próprio casamento entre Juliano e Thiago.

O filme está previsto para estrear em dezembro, mas já está recebendo inúmeras críticas por conta da censura. Em resposta, Paulo Gustavo comentou sobre o assunto no Instagram. De acordo com o ator, ele não retirou a cena de beijo gay no filme porque ela “não existe”. Além disso, Paulo questionou aos fãs o fato de estarem criticando um filme que ainda não viram. “A internet está muito louca, muito doida. O povo está muito raivoso”, disse.

Inspiração

Ainda sobre a cena de casamento, Paulo Gustavo disse que ela é importante para representar um momento que aconteceu em sua vida. O ator é casado com o dermatologista Thales Brethas e esse evento seria a inspiração para a cena do filme Minha Mãe é Uma Peça 3. Segundo Paulo Gustavo, a cena demonstra um importante momento de aceitação em que a mãe comparece ao casamento do filho e se sente orgulhosa.

Por fim, Paulo Gustavo disse que as pessoas estão “mirando no alvo errado”. O ator afirmou que é um ser político,  mas não ativista e militante. Gustavo disse ainda que é importante sim lutar contra a LGBTfobia, mas que ele não deve ser o alvo das críticas.

 

Redação Lado A

SOBRE O AUTOR

Redação Lado A

A Revista Lado A é a mais antiga revista impressa voltada ao público LGBT do Brasil, foi fundada em Curitiba, em 2005, pelo jornalista Allan Johan e venceu diversos prêmios. Curta nossa página no Facebook: http://www.fb.com/revistaladoa

Banner Marcação 1000x220

COMPARTILHAR

TAGS


COMENTÁRIOS