Perfis robôs do Grindr são golpe e podem roubar dados de usuários

Redação Lado A 30 de Outubro, 2019 08h46m

O aplicativo de relacionamentos gays Grindr pode ser perigoso, se não usado com a devida cautela. O motivo disso é que a plataforma sustenta perfis falsos que são robôs. A prática já é bem conhecida no exterior e após mais de três anos fazendo vítimas lá fora, chegou ao Brasil. Os perfis falsos possuem algumas características como frases desconexas e mensagens repetidas o que apontam que pode se tratar de um robô.

A incidência de robôs no Grindr acontece há pelo menos quatro anos. Diante disso, os responsáveis pelo aplicativo tentam resolver o problema rastreando esses perfis. De acordo com os responsáveis pelo Grindr, a prática de roubo de dados por robôs se intensifica ainda mais em países onde a homossexualidade é criminalizada. Dessa forma, a unica alternativa para se relacionar entre pessoas do mesmo sexo é pelo aplicativo e é aí que mora o perigo. Quanto aos diretores do aplicativo, cabe desenvolver recursos que barram a ação desses robôs. Por outro lado, essas ações criminosas conseguem burlar o sistema cada vez que uma nova atualização é lançada, fazendo com que o Grindr precisa atualizar seus critérios de segurança novamente.

Link

Os robôs têm uma abordagem que permite identificar que não se trata de uma pessoa real. Por outro lado, usuários que não se atentarem podem facilmente ser prejudicados. O robô envia mensagens com links mal intencionados, geralmente perguntando se o usuário conhece determinado site ou plataforma. Além disso, a conversa leva o usuário a clicar no link e fazer algum cadastro, o que facilmente recolhe dados pessoais e de cartão de crédito.

Outro cenário preocupante é sobre a segurança do aplicativo no sentido de evitar a exposição de seus usuários. Durante as eleições o aplicativo enviou alertas para que os membros do Grindr se atentassem para perfis em regiões consideradas LGBTfóbicas. Além disso, o orientou-se que o usuário publicasse fotos sem mostrar o rosto.

Redação Lado A

SOBRE O AUTOR

Redação Lado A

A Revista Lado A é a mais antiga revista impressa voltada ao público LGBT do Brasil, foi fundada em Curitiba, em 2005, pelo jornalista Allan Johan e venceu diversos prêmios. Curta nossa página no Facebook: http://www.fb.com/revistaladoa

Banner Marcação 1000x220

COMENTÁRIOS