Time LGBT+ curitibano conta sua história em curta documentário

Redação Lado A 25 de Novembro, 2019 11h36m

O curta documentário “Hoje eu não fico no vestiário” conta a trajetória do Capivara Esporte Clube. Há três anos a equipe nasceu em Curitiba participando de campeonatos locais de futebol. Depois, o Capivara abraçou outros esportes como o vôlei e se tornou uma grande equipe esportiva.

A produção demonstra a falta de inclusão de atletas e torcedores LGBT+ no esporte brasileiro. Esse foi um dos motivos que resultou no surgimento do Capivaras. Hoje, em Curitiba e em outras cidades do Sul do Brasil, outros membros da comunidade LGBT+ também formaram suas equipes. Assim, periodicamente, o Capivara e essas equipes promovem campeonatos LGBT+.

Apesar das movimentações locais de equipes LGBT+, a realidade no esporte brasileiro ainda é de exclusão. Dentre os 23.238 jogadores profissionais de futebol que atuam em grandes times, nenhum assumiu a homossexualidade. Nesse contexto, o curta relata as experiências do Capivara no combate a LGBTfobia no esporte.

O curta foi dirigido por Nicole Lopes e realizado pelos alunos de filmaker da escola Hollywood Filme Academy. No evento HFA Awards 2019, o curta ganhou o prêmio de melhor roteiro e foi indicado nas categorias de melhor direção e direção de fotografia. Por estar concorrendo em outros festivais, o curta ainda não está disponível na internet. Mas em Curitiba, será exibido no dia 29 de novembro, às 20 horas, na Cinemateca. O endereço é Rua Presidente Carlos Cavalcanti, 1174 – São Francisco, Curitiba. A entrada é franca.

 

Redação Lado A

SOBRE O AUTOR

Redação Lado A

A Revista Lado A é a mais antiga revista impressa voltada ao público LGBT do Brasil, foi fundada em Curitiba, em 2005, pelo jornalista Allan Johan e venceu diversos prêmios. Curta nossa página no Facebook: http://www.fb.com/revistaladoa

Banner Marcação 1000x220

COMENTÁRIOS