Meninos de Ferro

Bruno de Abreu Rangel (B.A.R.)

Aos cinderelos de plantão: Já está disponível a nova versão do príncipe encantado

O que mais tem acontecido é isso. “As princesas” caíram no conto das bruxas, morderam a maça e estão desencantadas, jogadas no chão, perdidas num sono profundo – esperando por um príncipe que nunca aparece.
 
****************
 
Aconteceu no metrô de Botafogo. É uma estação que integra as duas linhas do Rio de Janeiro (Norte e Sul) e, portanto, é uma das únicas onde ambas as portas se abrem tanto do lado direito quanto do esquerdo, ao mesmo tempo. 



Os eternos solitários do paraíso artificial - Agora que o verão passou, todos querem namorar

Apesar de ser a estação do sex appeal já estávamos fartos de suar feito porcos e ter que ir à praia pegar câncer de pele pra provar ao mundo que curtimos a vida. Graças ao bom Pai, as chuvas deram sinal de vida, as temperaturas ficaram amenas e o nível do Cantareira subiu - inversamente proporcional ao nível das boates, que, diga-se de passagem, estão lá no chão. Onde foram parar os partidões, os lindos, “ricos e famosos”, que coloriam as baladas?



5 dicas para ter um relacionamento aberto sem colocar o casamento em risco

Em alguns lugares, talvez eu fosse preso só pela audácia de tocar num assunto desses. Felizmente a liberdade de expressão ainda é uma das poucas vantagens que nos restaram na terra do futebol, que também nem é mais do futebol. Como as coisas mudam, não é mesmo? O que dirá o nosso ponto de vista. É melhor não dizer “Dessa água não beberei”, porque quando a gente se dá conta está tomando litros e se afogando nas palavras que disse.



Escravizados pelo sexo: do que somos capazes pela falta do amor?

Compulsão sexual é um assunto sério. É doença e tem tratamento. Pode acontecer comigo, com você, e até com aquela pessoa mais meiga do escritório que ninguém dá nada por ela (somos mistérios pra nós mesmos). Eu precisaria estudar anos de psicologia para me aprofundar no tema e, por esse motivo, não bancarei o sabichão que tem respostas pra tudo na ponta da língua. A minha abordagem será mais simples, com foco nos nossos pequenos hábitos que se repetem e que podem nos tornar num monstro com infinitos tons de descontrole emocional. 



Páginas