brasil

ONU divulga relatório que coloca o Brasil entre os países que desrespeitam os Direitos Humanos

A cada determinado período de tempo, a ONU (Organização das Nações Unidas) faz um trabalho de análise ao respeito dos Direitos Humanos em países do mundo inteiro, inclusive o Brasil. No Relatório da ONU apresentado este ano, avaliadores, especialistas e relatores colocam o país no hall das nações que contam com uma “discriminação estrutural”. Os direitos humanos da população LGBT são um dos tópicos preocupantes.



Mais 5 curtas e webséries gays nacionais que você encontra no YouTube

Uma das maravilhas da internet é a possibilidade de consumir produtos culturais específicos sem sair de casa. Com o boicote dos cinemas e locadoras a filmes e séries LGBTs em cidades conservadoras, seria impossível assistir esses títulos sem a ajuda do YouTube. Desde histórias com roteiros para consumo fácil, como do garoto que se apaixona pelo melhor amigo com o qual fazia brincadeirinhas, até discussões sobre heteronormatividade e homofobia.
 
A Lado A separou uma lista com alguns curtas e web séries pra você assistir no feriado prolongado que está vindo.



Gerente do Itaú é demitido depois de postar fotos beijando o namorado

O Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região fez uma denúncia contra o Banco Itaú por demitir um funcionário por motivação homofóbica. Segundo o órgão de representação, o gerente demitido, que teve sua identidade preservada, era exemplar, sempre batendo metas, ganhando 10 prêmios por metas no período de um ano e seis meses que trabalhou lá. Ao voltar de férias, foi demitido após postar fotos beijando seu noivo. 
 
O gerente contou que já havia sido repreendido pelas roupas e ternos que usava que, segundo a empresa, eram inadequados para o cargo.



Drag queen RuPaul se posiciona contra Michel Temer no Instagram

A maior referência mundial da arte drag, RuPaul, posicionou-se na manhã de hoje, 07, contra o presidente do Brasil, Michel Temer através de uma arte postada em sua conta no Instagram. Na foto, um grupo de pessoas, possivelmente em uma marcha na rua, carregam um cartaz com duas fotos da drag queen, usando o seu bordão “Shantay, You stay” e “Sashay away”.
 
O texto diz: “Dilma. Shantay, You Stay. Teme, Sashay away”. A tradução pode ser considerada um apoio a ex presidente Dilma Rousseff e contrária a posse do atual presidente Michel Temer.



MEC retira menções a identidade de gênero e orientação sexual da base curricular nacional

O documento com as diretrizes da base de ensino para escolas públicas e particulares do país todo teve uma prévia apresentada aos jornalistas na última terça-feira, 04, onde três trechos faziam menção à identidade de gênero e orientação sexual. Entretanto, no documento protocolado ontem pelo Ministério da Educação, de forma discreta, os trechos haviam sido modificados, excluindo referências à sexualidade e gênero.
 
O documento foi entregue ao Conselho Nacional de Educação e foi oficializado na última quinta-feira, 06.



Escritor Rubem Fonseca aborda machismo e homofobia em seu novo livro

O escritor que inaugurou a escola literária brasileira conhecida, em 1975, como brutalista está com novo lançamento nas bancas. “Calibre 22” não perde nada das características das prosas de Fonseca, sempre cosmopolita, trágico, mas cheio de vida. A obra, que é lançada pelo escritor de 91 anos, é a trigésima da sua carreira e faz ensaios sobre todas as formas de discriminação, principalmente a homofobia e o machismo. 
 
Em todos os 31 contos do livro, o preconceito é o fundamento da violência ou dos assassinatos, como é o estilo de Rubem.



"A Lei do Amor" bate recorde de representatividade homoafetiva na TV

A novela “A Lei do Amor” da Rede Globo terminou na última sexta-feira, 31, com um recorde: o maior número de casais homoafetivos. No total, a novela contou a história de três casais homoafetivos, dois gays e um lésbico. Apesar do número, a novela passou longe de explorar as temáticas e mostrar cenas de carinho com naturalidade. Desde 2014, como beijo protagonizado por Mateus Solano e Thiago Fragoso, o beijo gay é um tabu nas novelas da Globo.
 
A novela contou a história do frentista Wesley que se apaixonou por Zelito.



Carolina Ferraz vive trans em nova produção do cinema nacional

O filme “A Glória e Graça - O que define quem pode ser mãe?” estreia nos cinemas do Brasil na próxima quinta-feira e traz uma história inusitada interpretada por Carolina Ferraz. A atriz Global interpreta uma travesti que ficou 20 anos sem falar com a irmã, Graça, e se vê obrigada a cuidar dos sobrinhos porque Graça enfrenta um aneurisma. O filme questiona o preconceito e a construção do papel de mãe sendo apenas para mulheres cis.
 
O projeto do filme encontrou dificuldades para sair do papel, uma vez que trabalha a questão de gênero.



Após 18 anos, famoso casal gay carioca se separa

Em 2008, uma entrevista bombástica estampava as páginas amarelas da Revista Veja. Era com o ex-campeão de ginástica Bruno Chateaubriand falando sobre a sua homossexualidade, a sua primeira experiência com um homem e como conheceu André Ramos, com quem ficou junto por 18 anos. Ontem, o casal anunciou no Instagram a separação.
 
Em um texto publicado com uma foto do casal, Bruno contou que a decisão foi acordada entre os dois para que ambos mantenham o carinho um pelo outro e continuem como uma família. “Foram 18 anos e três meses de história em comum.



Companheira trans de detento consegue direito na Justiça para visita íntima

A transexual Gisele Alves de Oliveira, de São Luís do Montes Belos, em Goiás, solicitou o direito de visitar seu namorado na Unidade Prisional de São Luís de Montes Belos, que acabou negado pela diretoria do local, com o argumento de falta de segurança. Além da confusão de orientação sexual com identidade de gênero, a direção proibiu o detento de receber visitas íntimas, um direito seu.



Conheça os vencedores do Oscar Gay e do Prêmio Pau de Sebo 2017

Já virou uma tradição a realização da premiação chamada de Oscar Gay. Há 26 anos, o Grupo Gay da Bahia, ONG de Salvador, homenageia celebridades e empresas amigas da comunidade LGBT com o Troféu Triângulo Rosa. Este ano, serão 31 premiados, entre eles estão Luciana Gimenez e a C&A. A instituição também premeia 12 inimigos da comunidade com o Troféu Pau de Sebo. 
 
O Triângulo Rosa era o símbolo usado nos macacões dos campos de concentração nazistas para identificar os homossexuais.



Garoto de 11 anos adotado por pais gays escreve redação e diz ser a criança mais feliz do mundo

João Vitor é uma criança de 11 anos que foi adotado por um casal gay. Com orgulho da sua nova família, e alegre por ter sido escolhido no orfanato, João se diz o menino mais feliz do mundo. É o que ele escreveu em uma redação com o tema “O Menino mais feliz do mundo”, requisitada por uma professora de uma escola pública de Ferraz de Vasconselos, em São Paulo. 
 
Depois da morte do seu pai, João foi levado para um orfanato, onde morou por cerca de um ano e meio, quando conheceu seus dois novos pais, Fernando Luiz e Marcelo Pereira.



PSol entra com ADIN no Supremo para garantir combate ao bullying LGBTs nas escolas

O Partido Socialismo e Liberdade, PSOL, por meio do deputado federal Jean Wyllys, entrou com um pedido no Supremo Tribunal Federal para reconhecer a inconstitucionalidade no trato com o bullying LGBTfóbico pelas escolas públicas e particulares e pelo Plano Nacional de Educação. A ação visa conquistar o apoio do STF para que as instituições sejam obrigadas a coibir o bullying contra crianças e jovens gays, lésbicas, travestis, transexuais, bissexuais, negros e mulheres.



Fantástico traz menina trans de 11 anos em nova série "Quem sou eu?"

“Olhe no espelho. Imagine que o que você vê não é o que você é”, é com essa frase que começa a primeira reportagem da série “Quem sou eu?”, que vai contar a história de pessoas transexuais em diferentes partes da vida, na infância, adolescência, vida adulta e mais além na terceira idade. A série é produzida pelo programa Fantástico, da Rede Globo, e apresentado por Renata Ceribelli. Na primeira matéria, apresentada neste Domingo, conhecemos Melissa, de 11 anos. 
 
A reportagem faz um paralelo com a história “Alice no País das Maravilhas”, de Lewis Carrol.



Páginas