brasil

Após 18 anos, famoso casal gay carioca se separa

Em 2008, uma entrevista bombástica estampava as páginas amarelas da Revista Veja. Era com o ex-campeão de ginástica Bruno Chateaubriand falando sobre a sua homossexualidade, a sua primeira experiência com um homem e como conheceu André Ramos, com quem ficou junto por 18 anos. Ontem, o casal anunciou no Instagram a separação.
 
Em um texto publicado com uma foto do casal, Bruno contou que a decisão foi acordada entre os dois para que ambos mantenham o carinho um pelo outro e continuem como uma família. “Foram 18 anos e três meses de história em comum.



Companheira trans de detento consegue direito na Justiça para visita íntima

A transexual Gisele Alves de Oliveira, de São Luís do Montes Belos, em Goiás, solicitou o direito de visitar seu namorado na Unidade Prisional de São Luís de Montes Belos, que acabou negado pela diretoria do local, com o argumento de falta de segurança. Além da confusão de orientação sexual com identidade de gênero, a direção proibiu o detento de receber visitas íntimas, um direito seu.



Conheça os vencedores do Oscar Gay e do Prêmio Pau de Sebo 2017

Já virou uma tradição a realização da premiação chamada de Oscar Gay. Há 26 anos, o Grupo Gay da Bahia, ONG de Salvador, homenageia celebridades e empresas amigas da comunidade LGBT com o Troféu Triângulo Rosa. Este ano, serão 31 premiados, entre eles estão Luciana Gimenez e a C&A. A instituição também premeia 12 inimigos da comunidade com o Troféu Pau de Sebo. 
 
O Triângulo Rosa era o símbolo usado nos macacões dos campos de concentração nazistas para identificar os homossexuais.



Garoto de 11 anos adotado por pais gays escreve redação e diz ser a criança mais feliz do mundo

João Vitor é uma criança de 11 anos que foi adotado por um casal gay. Com orgulho da sua nova família, e alegre por ter sido escolhido no orfanato, João se diz o menino mais feliz do mundo. É o que ele escreveu em uma redação com o tema “O Menino mais feliz do mundo”, requisitada por uma professora de uma escola pública de Ferraz de Vasconselos, em São Paulo. 
 
Depois da morte do seu pai, João foi levado para um orfanato, onde morou por cerca de um ano e meio, quando conheceu seus dois novos pais, Fernando Luiz e Marcelo Pereira.



PSol entra com ADIN no Supremo para garantir combate ao bullying LGBTs nas escolas

O Partido Socialismo e Liberdade, PSOL, por meio do deputado federal Jean Wyllys, entrou com um pedido no Supremo Tribunal Federal para reconhecer a inconstitucionalidade no trato com o bullying LGBTfóbico pelas escolas públicas e particulares e pelo Plano Nacional de Educação. A ação visa conquistar o apoio do STF para que as instituições sejam obrigadas a coibir o bullying contra crianças e jovens gays, lésbicas, travestis, transexuais, bissexuais, negros e mulheres.



Fantástico traz menina trans de 11 anos em nova série "Quem sou eu?"

“Olhe no espelho. Imagine que o que você vê não é o que você é”, é com essa frase que começa a primeira reportagem da série “Quem sou eu?”, que vai contar a história de pessoas transexuais em diferentes partes da vida, na infância, adolescência, vida adulta e mais além na terceira idade. A série é produzida pelo programa Fantástico, da Rede Globo, e apresentado por Renata Ceribelli. Na primeira matéria, apresentada neste Domingo, conhecemos Melissa, de 11 anos. 
 
A reportagem faz um paralelo com a história “Alice no País das Maravilhas”, de Lewis Carrol.



Dia internacional da Mulher: Travesti é encontrada morta em Laranjeiras do Sul

Uma travesti foi encontrada morta embaixo da passarela da Praça do Cristo, em Laranjeiras do Sul, no Paraná, na manhã de hoje, 8 de março, Dia Internacional da Mulher. A identidade ainda não foi revelada e a causa da morte não foi identificada, apesar de os guardas que encontraram o corpo afirmarem não ter sinais de violência e que aparenta ter morrido de motivos naturais.
 
Laranjeiras do Sul é uma cidade de cerca de 30 mil habitantes que fica na região Centro-Oeste do Paraná. O simbolismo da morte da travesti assusta.



O amor está no ar: Prefeito gay se casa com companheiro no interior de São Paulo

O amor está no ar na cidade de Lins, em São Paulo! O Prefeito reeleito da cidade, Edgar de Souza (PSDB), 38, casou-se com o seu parceiro, o empresário Alexsandro Luciano Trindade, 35. O evento, que selou uma união de 13 anos do casal, aconteceu em um salão de festas da cidade do interior paulista no último dia 04 de março. Apesar de não contar com mais de 300 convidados, a celebração repercutiu no Brasil todo.
 
Edgar e Alexsandro se conheceram quando Edgar tinha 17 anos e fazia um estágio na prefeitura da cidade como office boy.



Trans brasileiras são autorizadas por federações de vôlei para atuar em times no Brasil e na Itália

A participação de atletas trans em equipes esportivas de qualquer naipe e em qualquer país do mundo ainda é assunto para polêmicas. Recentemente, a atleta goianiense Tifanny Abreu conquistou o direito de competir entre as mulheres na Liga B de vôlei italiana, com autorização da Federação Internacional de Vôlei. Mas as diretorias dos outros times caíram em cima.



Amor & Sexo tem programa exclusivamente dedicado à comunidade LGBT

Com grandes nomes da cultura LGBT nacional, como Pabllo Vittar, Liniker, MC Linn da Quebrada e As Deendjers, o programa Amor & Sexo que foi ao ar na noite de 02 de fevereiro foi dedicado exclusivamente a falar sobre identidade de gênero e sexualidade, no estilo telecurso. A letra T, da sigla LGBT, que representa todas as identidades transgêneros, ou seja, que não se identificam com a construção cultural do binarismo homem-mulher cis, ganhou visibilidade.



Ativo ou passivo? No sexo, gays brasileiros são os terceiros mais versáteis do mundo

Uma pesquisa realizada mundialmente pelo Hornet, maior rede social gay do Brasil e segunda maior do mundo, constatou algo curioso: entre seus mais de 18 milhões de usuários em todo mundo, o Brasil é um dos países com maior número de versáteis, ativos e passivos no sexo, declarados.
 
Entre os mais de 500 mil usuários ativos no país: 36% se declaram versáteis, 14% versáteis-passivos e 13% de versáteis-ativos, em um total de 63%. No Brasil, exclusivamente passivos são 20% e ativos 17%. Talvez por isso a impressão geral de que há mais passivos do que ativos. 



Ex-repórter do CQC assume que é gay com declaração para o namorado

Lembram do repórter ruivo do extinto CQC da Band? Eric Krominski era o nome dele e agora ele voltou a ser falado nas redes por ter se assumido gay e se declarado para o namorado, Pablo Soares, no Instagram. Em uma foto, o galã escreveu: “A gente é brother, melhores amigos, parceiros, cúmplices, mais que namorados. Família. Você é meu sol, Pablo. Te amo!”.
 
Ele conta que todo mundo vê os dois juntos pra cima e pra baixo e acham que são “brothers” e melhores amigos. Ele não nega. São mesmo, mas são, também, namorados. A declaração aconteceu na última terça-feira, 28 de fevereiro.



Campanha de prevenção no Carnaval do Ministério da Saúde teve casal gay

No Brasil, cerca de 260 mil pessoas sabem que são portadoras do vírus do HIV e não se tratam. O número de pessoas que têm e não sabem chega a quase 115 mil. Baseado nesses números, o Ministério da Saúde sempre investe em campanhas de prevenção, principalmente durante o Carnaval, contra DSTs e o HIV. No vídeo promocional deste ano, rolou até casal gay.
 
“No Carnaval, use camisinha. E viva esta grande festa” é a mensagem transmitida pelo curta.



A homofobia, infelizmente, é um crime organizado

Ultimamente, vemos com frequência termos "gayzistas" ou "feminazi" usados contra grupos militantes de homossexuais e de feministas, sendo usados por quem discorda de seus posicionamentos, às vezes considerados “exagerados” de forma proposital. Pois foi exatamente o nazismo que aplicou uma desumanização em nome da sua supremacia para exterminar então judeus, homossexuais, negros, e quem fosse contra seu sistema repressor.



Banheiros de tradicional universidade de São Paulo aparecem pichados com frases homofóbicas

A Universidade Presbiteriana Mackenzie, em São Paulo, foi palco de um ato de vandalismo com mensagens homofóbicas e machistas. As portas e paredes das cabines dos banheiros do prédio de Direito e Engenharia apareceram com dizeres como “Gay não é gente. Fora do Mackenzie” e “Viado e Feminista no Mack não”, além de apoio ao deputado Jair Bolsonaro para presidente, no dia 22 de fevereiro.



Vergonha: Fidelix é condenado a pagar apenas R$25 mil por homofobia em debate presidencial

Levy Fidelix, presidente do partido PRTB e ex-candidato à presidência, foi condenado pela Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania a pagar R$ 25 mil por declaração homofóbica feita em debate em rede nacional. A multa é considerada abaixo do esperado por crimes de ódio que atingiram tamanha magnitude. Entretanto, a condenação é importante para evitar novos casos.
 
Em um dos debates presidenciais em 2014, em TV aberta, a então candidata Luciana Genro perguntou a Levy Fidelix sobre suas propostas de políticas para a população LGBT.



Páginas