cultural

Exposição em shopping de Balneário Camboriú celebra diferentes formas de amor

Para comemorar o Dia dos Namorados, o Atlântico Shopping, de Balneário Camboriú, exibe até o dia 21 de junho a exposição fotográfica “O elo que nos une”, assinada pelo fotógrafo Alan Vieira, especialista em fotos de casais. São oito imagens que compõe a exposição é possível ver a luz natural preencher as fotografias, trazendo mais volume e profundidade de campo. A intenção, segundo o fotógrafo, é transmitir o amor universal. 



MPB: Tem beijão gay em clipe que fala de amor entre homens negros

A periferia ganha mais uma voz em defesa da diversidade, com direito a clipe com um raro beijo gay negro. O cantor Gê de Lima, de São Paulo, lançou o "Fotografia", cujo foco é um beijo e o amor entre homens gays e negros. O clipe da música vem para firmar a diversidade de gênero e também racial, e apresenta um artista na busca por seu auto-empoderamento e subjetividade. A MPB ganha mais uma voz contra o preconceito.



Espetáculo com drags faz homenagem a divas e debate com convidados

O Maravilhoso Cabaré das Divinas Divas chega a sua terceira e quarta edições, nos dias 8 e 9 deste mês, quinta e sexta-feira, na Cia dos Palhaços. Desta vez, as apresentadoras e drag queens Juana Profunda e Dalvinha Brandão trazem uma paródia do clássico do terror psicológico “O que terá acontecido a Baby Jane?”, encarnando as irmãs desequilibradas que no cinema foram vividas pelas atrizes Bette Davis e Joan Crowford. A montagem é uma iniciativa do coletivo “Casa Selvática “, de Curitiba.



Espetáculo LGBT segue em nova temporada na Augusta

Depois da estréia em novembro, a peça Bruta Flor narra a relação de Lucas e Miguel. O espetáculo fez tanto sucesso que ganhou uma nova temporada, agora no Teatro da Augusta, que começou na semana passada. Os lindos, Pedro Lemos e Fabio Rhoden dividem cena com Erika Farias e Walkiria Ribeiro. A direção fica por conta do ator global Márcio Rosário.



Curitiba conta com vários eventos culturais LGBTs em Maio

A programação cultural da Cidade de Curitiba conta com três eventos importantes voltados para a temática LGBT no mês de maio. Os eventos são em homenagem ao Dia Internacional de Combate a Homofobia, que é celebrado no mundo todo no dia 17 de maio. Fazem parte do calendário a Exposição Temática - Personagens LGBTs, o Cinedebate - Websérie Her Story e a Roda de Leitura - Dia Internacional Contra a Homofobia.



A história dos irmãos que se tornaram inimigos depois de um deles se assumir gay vira documentário

Os irmãos nigerianos John e Justin Fashanu são o assunto principal do documentário “Forbidden Games”, Jogos Proibidos, que estreia hoje no Festival de Documentários de Toronto, no Canadá. A história apresenta dois irmãos adotados por uma família inglesa que vive em Londres e que sofrem com o racismo por toda a sua vida, até alcançarem papéis de destaque no futebol nacional. 
 
John, o mais novo, conta que para um cara negro ganhar dinheiro, ele precisava cantar, dançar ou ser jogador de futebol. Então, aproveitaram suas afinidades com o esporte e despontaram no futebol nacional.



Brasília ganha um instituto LGBT para preservação da história e cultura da comunidade

O professor da UnB Felipe Areda é uma da principais vozes na luta pela reconstituição da história LGBT no país, assim como a sua cultura. Para contribuir nesse trabalho, ele, em parceria com outros profissionais, fundou o Instituto Cultura, Arte e Memória LGBT em dezembro do ano passado, em Brasília. Em abril deste ano, ele fez o lançamento oficial para a comunidade, apresentando os objetivos do projeto. 
 
“A memória LGBT tem sido contada como uma colcha de retalhos”, foi como Areda começou a apresentação.



Adolescente curitibano de 16 anos lança segundo livro sobre adoção por casal homoafetivo

A Casa Hoffmann, localizada no centro histórico de Curitiba, foi o local do lançamento do segundo livro escrito pelo jovem de 16 anos, Alyson Miguel. “Kayke, o menino transformado” traz a história de um garoto de São Paulo que é adotado por um casal de lésbicas e precisa lidar com a sua rebeldia para entender de onde vem o amor das mães. Publicado pela editora Appris, a obra tem inspirações auto bibliográficas.
 
Assim como Kayke, Alyson teve que se ver sendo separado da família biológica por conta de uma decisão judicial.



Mais 5 curtas e webséries gays nacionais que você encontra no YouTube

Uma das maravilhas da internet é a possibilidade de consumir produtos culturais específicos sem sair de casa. Com o boicote dos cinemas e locadoras a filmes e séries LGBTs em cidades conservadoras, seria impossível assistir esses títulos sem a ajuda do YouTube. Desde histórias com roteiros para consumo fácil, como do garoto que se apaixona pelo melhor amigo com o qual fazia brincadeirinhas, até discussões sobre heteronormatividade e homofobia.
 
A Lado A separou uma lista com alguns curtas e web séries pra você assistir no feriado prolongado que está vindo.



Ensaio de casal gay gaúcho captura o amor onde muitos duvidam existir

O Dia dos Namorados está chegando e tá todo mundo aproveitando pra demonstrar o amor que sente pela namorada ou namorado. A fotógrafa Cris Santoro, de Porto Alegre, Rio Grande do Sul, fez um ensaio fotográfico retratando momentos íntimos de casais, mostrando o amor de forma simples e quase que tangível. O último ensaio de “Entre” traz um casal homoafetivo.
 
Daniel e Icaro demonstram o amor entre dois homens de forma real e emocionante. É impossível que alguém que veja os cliques possa usar o discurso de que dois homens não podem sentir amor um pelo outro.



“Momo: Para Gilda com Ardor” e a subversão do teatro paranaense

A 2ª Curitiba Mostra é uma seleção do Festival de Curitiba de peças regionais, trabalhadas em cima de textos de autores paranaenses, que são apresentadas ao público gratuitamente. Um dos destaques de 2017 foi a peça “Momo: Para Gilda com Ardor”, que fala sobre a subversão da identidade de gênero e orientação sexual de forma realista, sem deixar de ser vista sob o ponto de vista da arte.
 
Uma criação de Ricardo Nolasco, que performa na peça como a travesti Gilda.



Fringe: De Salto Vermelho conta a história de três homossexuais, no Festival de Curitiba

O Festival de Curitiba está chegando a sua reta final, mas muitos dos grandes espetáculos ainda estão por vir. É o caso de “De Salto Vermelho”, que será representado nos dias 08 e 09 de Abril na Casa Hoffmann, no bairro São Francisco. A peça passeia pela história de três protagonistas homossexuais, da infância à vida adulta, caminhando pelo drama e a comédia da vida real. 
 
Dirigido por Léo Nunes, a peça conta com cinco atores no elenco, que interpretam, ao todo, sete personagens homossexuais.



Escritor Rubem Fonseca aborda machismo e homofobia em seu novo livro

O escritor que inaugurou a escola literária brasileira conhecida, em 1975, como brutalista está com novo lançamento nas bancas. “Calibre 22” não perde nada das características das prosas de Fonseca, sempre cosmopolita, trágico, mas cheio de vida. A obra, que é lançada pelo escritor de 91 anos, é a trigésima da sua carreira e faz ensaios sobre todas as formas de discriminação, principalmente a homofobia e o machismo. 
 
Em todos os 31 contos do livro, o preconceito é o fundamento da violência ou dos assassinatos, como é o estilo de Rubem.



Carolina Ferraz vive trans em nova produção do cinema nacional

O filme “A Glória e Graça - O que define quem pode ser mãe?” estreia nos cinemas do Brasil na próxima quinta-feira e traz uma história inusitada interpretada por Carolina Ferraz. A atriz Global interpreta uma travesti que ficou 20 anos sem falar com a irmã, Graça, e se vê obrigada a cuidar dos sobrinhos porque Graça enfrenta um aneurisma. O filme questiona o preconceito e a construção do papel de mãe sendo apenas para mulheres cis.
 
O projeto do filme encontrou dificuldades para sair do papel, uma vez que trabalha a questão de gênero.



Páginas