cultural

Moonlight: "Sob a Luz do Luar" estréia no Brasil e pode ser a surpresa do Oscar 2017

Indicado a oito Oscar, inclusive o de Melhor Filme, Moonlight é apenas a segunda obra do diretor Berry Jenkins e surpreende pela poesia da solidão e do autoconhecimento numa história sobre um garoto negro que viveu em Miami na década de 1980 e enfrentou  confusão para descobrir sua sexualidade. O longa foi censurado para ser transmitido na Índia, onde cortaram cenas de sexo e de um beijo gay.




Blocos evitam músicas e marchinhas de Carnaval homofóbicas e machistas em nome do respeito

O Carnaval brasileiro é famoso por ser um tempo onde tudo é permitido, tudo é liberado. Como apresenta o antropólogo James Green em sua obra “Além do Carnaval”, esta é a única época do ano onde se é permitido ser, independente do que for. Entretanto, há uma recente e importante preocupação com o combate ao machismo e a homofobia nas marchinhas de Carnaval.



Dois filmes que vão dar o que falar: "Discreet" e "Call me by your name"

O Festival Internacional de Cinema de Berlim, também conhecido por Berlinale, de 2017 já é considerado o mais queer da história, ao trazer títulos que mexem com a diversidade de uma maneira sensível e bem real. “Call me by your name” surgiu de forma arrebatadora e está conquistando os críticos da cidade. Com distribuição garantida no Brasil pela Sony, ele promete muito ao lado de “Discreet”, que aborda as relações de homens brancos e negros dentro do armário em um Texas conservador.



Cantor andrógino Johnny Hooker faz o seu show de despedida em Curitiba

Nacionalmente conhecido por suas músicas na trilha sonora do filme Tatuagem e de novelas da Rede Globo, como Babilônia e Geração Brasil, Johnny Hooker vem à capital paranaense para um dos seus últimos show do primeiro disco: “Eu Vou Fazer Uma Macumba Pra Te Amarrar, Maldito!”. O espetáculo acontece no próximo dia 11 de fevereiro, às 21hs, no encantador palco da Ópera de Arame. 
 
O cantor LGBT fez sucesso com os singles “Volta”, “Amor Marginal” e “Alma Sebosa”.



Miguel Falabella desconstrói mitos sobre a homossexualidade com peça “God”

E se Deus estivesse cansado de todo esse preconceito e julgamento errado que acontece no mundo todo, o que ele faria? Na peça “God”, de Miguel Falabella, Deus desceria para a Terra, ou melhor, para os palcos, e ao lado dos seus arcanjos Gabriel e Miguel, questionaria as noções religiosas sobre os seus mandamentos, por meio de muita comédia. A peça está em cartaz no teatro Procópio Ferreira, em São Paulo, até o dia 19 de fevereiro. Mas já passou por Curitiba e pretende voltar para o sul do país.
 
Falabella interpreta o Todo-Poderoso, além de ser o diretor da peça.



6ª Parada da Diversidade de São José e Diversa SJ acontecem em março

O Instituto Brasileiro da Diversidade Sexual, INBRADIS, e Associação Catarinense de Pesquisa e Desenvolvimento da Cultura Cigana, promovem no dia 12 de março, Domingo, em São José, Santa Catarina,a sexta edição da Parada da Diversidade de São José, na orla da Beira Mar. A cidade continental da Região Metropolitana de Florianópolis atrai muitos moradores locais para o evento que tem bombado a cada ano.
 
Com objetivo de discutir, fomentar, vencer preconceitos e promover vida digna à comunidade LGBT, este ano o evento traz o tema “Casar e Adotar é Direito de Todos”.



Curitiba recebe cantor Filipe Catto em três apresentações a preços populares

Revelação da MPB, o cantor e compositor Filipe Catto faz três apresentações em Janeiro na CAIXA Cultural Curitiba nos dias 13,14 e 15 de janeiro de 2017. Com preços a partir de R$10, para meia entrada, é uma ótima oportunidade de ver de perto o cantor gay de 29 anos, natural de Lajeado, Rio Grande do Sul.
 
Criado em Porto Alegre, acompanhou o pai músico desde cedo em bailes. Na adolescência, foi roqueiro e em 2006 iniciou sua carreira solo, até que lançou seu primeiro EP, em 2009, na internet e chamou atenção pelo seu timbre, comparado a Ney Matogrosso.



Musical polêmico e premiado Rent ganha versão nacional e estréia na próxima semana

O musical da Broadway Rent, de Jonathan Larson, criado há 20 anos e vencedor do prêmio Tony como Melhor Musical, Melhor Texto, Melhor Trilha Original e Melhor Ator Coadjuvante, que ficou por mais de 12 anos no circuito da Broadway em NYC vai ganhar uma versão brasileira que estréia no próximo dia 14, no Teatro Shopping Frei Caneca, em São Paulo. Larson não viu sua obra pronta, pois faleceu de um aneurisma  na manhã da grande estréia. A história também virou um filme em 2005.



Última semana para conferir o Frete de Vedete da Casa Selvática no Teatro Novelas Curitibanas

A Casa Selvática é um coletivo artístico super moderno de Curitiba que reúne entre seus objetivos a desconstrução da homofobia, machismo, ideais estéticos e construções gênero normativas, além de toda forma de preconceite. A sede fica em uma casa rosa no Rebouças mas as intervenções do grupo ocorrem por toda a cidade. O Frete de Vedete é um dos projetos do coletivo que este ano invade o Teatro Novelas Curitibanas, no São Francisco.



Coral Gay de Curitiba apresenta Auto de Natal e A Era de Ouro do Rádio em Dezembro

Quem ainda não conferiu o trabalho do Coral gay de Curitiba tem a oportunidade de conferir no próximo sábado, 3 de dezembro, às 19h, a última apresentação deste ano do espetáculo "A Era de Ouro do Rádio", na Catedral Anglicana de São Tiago, em frente ao Shopping Curitiba. O recital revive clássicos da música das décadas de 20, 30 e 40, sucessos no início do rádio no Brasil e apresenta o panorama politico e social da época.



“Enquanto Todos Dormem” reestreia em Curitiba neste final de semana

Pedro e Luíz são dois jovens recrutas do Exército, convocados para um treinamento especial. Distantes de seu país e de suas famílias, eles dividem a angústia de um combate iminente. Em contrapeso com os dias tensos, eles desenvolvem uma paixão e vivem aventuras escondidas dos demais recrutas.
 
Curitiba recebe neste final de semana o espetáculo “Enquanto Todos Dormem”, ambientado no período pré Segunda Guerra Mundial em que os jovens soldados Pedro e Luíz descobrem o amor na caserna. 
 



Sesc Cadeião Cultural de Londrina tem mostra contra homofobia e racismo

Artistas da cidade de Londrina se uniram para a mostra-manifesto “Aseita – Diversidade (Um Dever da Cidade)" que estreou esta semana com um grande evento.  Artistas plásticos, designers e atores promovem no dia 25, durante a abertura da mostra “Gênero”, diversas atividades que exploraram a Diversidade na cidade por meio de obras, instalações, projeções e intervenções. Nani Vasques Art, Coletivo Cãosemplumas, Morôni Ferraz, Paulo Vitor Miranda, Willian Santiago, Andressa Matos, Leon Gregorio, Larissa Vicente, Higor Maciel e Ateliê Horizontal são alguns dos colaboradores.



Infância de LGBTs é tema de documentário “Ser criança...”

Para o dia das Crianças, o coletivo NÓS2, fundado pelos namorados Theo Borges e Ricardo Puppe, lançou o documentário “Ser criança...”, com histórias de pessoas convidadas a revisitar suas memórias, fotos e emoções da infância. São quatro histórias de tempos e realidades diferentes. Cenários e construções que revelam a diversidade e a complexidade da infância, e as especificidades que uma criança lésbica, gay, bissexual e travesti, tem de lidar. A premiada dupla assina ainda o documentário "Nosso Amor Existe", com depoimento de pais homossexuais.



Representação LGBT na MPB é tema de oficina no Museu da Diversidade Sexual em São Paulo

O Museu da Diversidade Sexual, do Governo do Estado de São Paulo, localizado dentro da estação República do metrô de São Paulo, recebe a oficina "As representações LGBT na música brasileira", ministrada por Renato Gonçalves, baseada no livro "Nós duas, as representações LGBT na canção brasileira". A oficina foi dividida em duas partes, nos dias 08 e 15 de outubro. O trabalho realizado pelo edital ProAC LGBT nº 26/2015, estabelece as relações entre a MPB e a diversidade sexual.
 
"Afinal, do que é feita uma canção popular-comercial e o que seria uma representação LGBT?



Kimberlly Bey, de Curitiba, vence concurso de drags da Blue Space em São Paulo

Palco de atrações internacionais, a balada Blue Space, de São Paulo, está entre as mais famosas, tradicionais, e inovadoras do mercado noturno LGBT brasileiro. As melhores drags do mundo, sejam americanas, brasileiras, européias ou latinas, já se apresentaram no seu palco. Só para dar alguns exemplos: April Carríon, Bianca Del Rio, Pablo Vittar e Gloria Grove. No último dia 06 de setembro, a casa realizou o concurso Drag Blue, que escolheu a melhor transformista do Brasil por meio de votação online e uma final ao vivo.



Páginas